in

Marca de roupas femininas processa Pocah, afirma colunista

A marca de moda feminina pede devolução de adiantamento pago por trabalho não realizado.

Reprodução/Metrópoles

A marca de moda feminina Planet Girls decidiu processar Pocah após desistir de contrato com a cantora. A loja pede a devolução do adiantamento de R$ 30 mil pago antes do contrato ser desfeito, equivalente a metade do cachê. As informações foram dadas pelo colunista Leo Dias, do site Metrópoles, que chegou a ter acesso aos autos do processo.

Publicidade

Segundo os autos do processo, Pocah foi contratada para fotografar a campanha de inverno/verão da Planet Girls, além de algumas datas comemorativas como dia dos namorados e dia das mães. O contrato também previa a autorização de divulgação das fotos nas redes da marca.

Para realização dos trabalhos, foi contratada uma diária de oito horas para que Pocah fosse fotografada com 13 looks diferentes. A marca de roupas ainda solicitou que a contratante testasse toda a sua equipe participante do projeto para Covid-19.

Publicidade

Devido à falta de tempo prévio para adquirir os exames para Covid, a marca de roupas acabou desistindo da campanha. Os exames teriam sido encontrados somente pelo valor de R$ 350 por unidade, sendo considerado inviável para a ação. O processo judicial solicita que Pocah e as intervenientes Gold 120 Produções e Mynd devolvam os R$ 30 mil adiantados.

Publicidade

A Mynd, agência responsável pela intermediação da ação, emitiu um comunicado após ser procurada sobre o caso e afirmou que a rescisão de contrato foi tomada por culpa “única e exclusiva” da Planet Girls, que acabou optando por não cumprir as exigências e protocolos exigidos devido à pandemia de Covid-19 que assola o mundo. Portanto, não existe nenhuma responsabilidade da cantora Pocah ou da empresa responsável pela publicidade pela desistência do trabalho.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade