in

Caseiro que trabalhou 26 anos com Cid Moreira afirma que esposa o mantinha em cárcere privado: ‘Só chegava à noite’

As declarações confirmam as acusações dos filhos do jornalista contra a madrasta.

Instagram Cid Moreira | Montagem Ingrid Machado

O depoimento de um ex-caseiro que trabalhou com Cid Moreira por quase três décadas será juntado ao processo movido pelos filhos do jornalista contra a madrasta, Fátima Sampaio. Rodrigo Moreira e Roger Felipe entraram na Justiça contra Fátima sob as acusações de que ela estaria mantendo Cid Moreira em cárcere privado e sob maus-tratos.

Publicidade

De acordo com o site Metrópoles, os filhos do locutor apresentaram testemunhas que podem confirmar as agressões sofridas pelo pai. O ex-caseiro que esteve com a família por vários anos afirmou que Fátima o despediu sem nenhum motivo após 26 anos de colaboração, e que não entrou na Justiça em consideração a Cid Moreira.

Transcrições de conversas entre Roger e a testemunha foram anexados ao processo. No documento, o ex-caseiro narra maus-tratos por parte de Fátima principalmente nas refeições servidas ao jornalista. Os alimentos ficariam na geladeira por vários dias até serem servidos a Cid Moreira. O ex-colaborador também revelou que Fátima se ausentava por várias horas durante o dia.

Publicidade

Era todo dia. O coitado ficava igual um bicho preso na jaula, porque ali [na casa] tem que botar aquelas grades. Senão, entra bicho toda hora dentro de casa. (…) Ela sumia, só chegava à noite. Dizia que ia ao salão“, contou o ex-funcionário. Cid mora com a esposa em uma propriedade em Petrópolis, região Serrana do Rio de Janeiro.

Publicidade

Toda a polêmica começou quando Roger Felipe veio à público afirmar que o pai estava tomando atitudes impensadas sob influência da esposa. O cabeleireiro se juntou ao irmão, Rodrigo Moreira, para pedirem a interdição do pai na Justiça. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade