in

STF rejeita pedido de liberdade de DJ Iivs

O cantor teve mais um pedido de habeas corpus negado pela Justiça; já é o terceiro.

Reprodução/Istoé Independente

DJ Ivis sofreu mais uma derrota na justiça no processo envolvendo as agressões contra a ex-mulher, Pamella Holanda. O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou um pedido de liberdade nesta última quinta-feira (28) para Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis.

Publicidade

O cantor está preso desde o último dia 14 em um presídio de segurança máxima de Fortaleza (Ceará) devido às agressões contra a ex-mulher Pamella Holanda, que foram publicadas nas redes sociais pela vítima.

DJ Ivis chegou a ser indiciado pela Polícia Civil do Ceará por três crimes, na última terça-feira (27). Além de lesão corporal, motivo da prisão preventiva do artista, ele também responderá por ameaça e injúria contra a ex-mulher.

Publicidade

O pedido de habeas corpus que foi protocolado no STF alega que a prisão seria ilegal, já que o DJ Ivis não teria descumprido nenhuma medida protetiva imposta pela Justiça. O cantor já teve dois pedidos de liberdade negado pela Justiça em instâncias inferiores.

Publicidade

O ministro Gilmar Medes rejeitou o motivo devido às questões processuais. Segundo Gilmar, a ação não pode ser analisada pelo STF, pois ainda existe outro pedido de liberdade sendo analisado por outra instância responsável pelo processo. Além disso, o pedido protocolado não apresentou documento que comprove a autorização de Iverson para o habeas corpus.

Publicidade

Com a nova derrota na justiça, DJ Ivis seguirá preso por tempo indeterminado no presídio Irmã Imelda Lima ponte. Devido à repercussão do caso, o cantor tem sido mantido em uma área de triagem para assegurar sua integridade física.

Publicidade
Publicidade
Publicidade