in

Carol Castro expõe como foi o início da profissão: ‘Não estava preparada’

Aos 37 anos, a artista falou sobre o início da sua carreira na Rede Globo.

Instagram Carol Castro

Com 37 anos, Carol Castro fez um desabafo abordando o que viveu quando começou sua carreira em Mulheres Apaixonada no ano de 2003. “O primeiro impacto foi meio assustador. Não estava muito preparada. Não tinha empresário”, contou a artista. No folhetim escrito por Manoel Carlos, na época ela viveu a vilã Gracinha.

Publicidade

Durante entrevista à jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Carol relembrou que se lembra como se fosse ontem. Ela morava em Ipanema, andava com seu cachorro por ali. Como seu pai era ator, já conhecia muitos famosos do meio, fazia teatro, mas nunca parou para pensar na consequência da fama. Até porque esse nunca foi seu propósito.

Na trama, a atriz interpretou Gracinha, a filha da doméstica que ficou apaixonada pelo patrão, Cláudio, e que fazia de tudo para infernizar a vida de Edwiges.

Publicidade

Carol afirmou que logo na primeira cena já apareceu de biquíni, desfilando na beira da piscina, jogando charme para o amado da queridinha do Brasil. Por isso, começou a ser odiada de início, mas, ao mesmo tempo, chamava atenção de todos. Um dia depois da cena, percebeu que as pessoas estavam olhando para ela, comentando, cochichando, apontando.

Publicidade

Ela avaliou que sentiu uma estranheza, a primeira impressão foi assustadora, não estava muito preparada para viver isso. Precisou passar alguns meses até ela entender tudo, mas, também foi levando para um outro lado, e percebendo que as pessoas estavam conhecendo seu trabalho.

Publicidade

Com o término do seu contrato com a Globo desde 2019, quando acabou a novela Órfãos da Terra, Castro vai estrelar uma série na Netflix.

Publicidade
Publicidade
Publicidade