in

Prisão preventiva de DJ Ivis teria ocorrido por ‘interesses políticos’, diz defesa

Ivis foi preso na última quarta-feira (14), após divulgação de vídeos em que aparece agredindo Pamella Holanda.

Caio Rocha/O Globo/ Montagem: Higor Mendes

Ganhou grande repercussão o caso de agressão cometida pelo popular músico da pisadinha, DJ Ivis, contra sua agora ex-esposa, Pamella Holanda, que tornou público um vídeo gravado por câmeras de segurança da residência do casal, onde o artista aparece agindo com violência e desferindo socos contra ela.

Publicidade

O vídeo rapidamente circulou nas redes sociais e culminou na prisão do músico. Ivis foi preso preventivamente na última quarta-feira (14), por garantia da ordem pública e por apresentar risco de fuga, de acordo com o informado pelo titular da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), durante coletiva ocorrida na quinta-feira (15).

Além disso, de acordo com o veículo de notícias O Diário do Nordeste, após a realização da audiência de custódia, na última sexta-feira (16), foi definido que Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, deveria permanecer preso – e que deveria também ser transferido para outra penitenciária.

Publicidade

Até então, o músico estava encarcerado em uma cela da Delegacia de Capturas e Polinter, porém foi levado para o presídio Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, na região metropolitana de Fortaleza, no Ceará, onde passou pelos procedimentos de praxe e teve seus cabelos raspados.

Publicidade

Neste sábado, os advogados de defesa de Ivis impetraram junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) um pedido de habeas corpus para o artista, sob alegação de que “há interesses políticos e midiáticos” na prisão preventiva de Ivis. Apesar dos argumentos apresentados pela defesa, a Justiça negou o pedido de habeas corpus, e DJ Ivis permanece preso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.