in

Bruno Gagliasso condena fala racista de Mario Frias a professor: ‘precisa de um bom banho’

Bruno Gagliasso condenou comentário racista de Mario Frias ao professor Jones Manoel.

Reprodução/Diário do Nordeste

Bruno Gagliasso condenou um comentário racista feito por Mario Frias, que ocupa o cargo Secretário de Cultura do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Mario foi acusado nesta quinta-feira (15) de fazer um comentário preconceituoso contra o professor Jones Manoel.

Publicidade

Ataque de Mario Frias ao professor Jones Manoel

O ataque racista de Mario Frias ao professor Jones Manoel foi realizada depois que Tercio Arnaud, secretário da Presidência da República, repostar uma notícia do portal de notícias Brasil 247 com um comentário feito pelo professor, “já comprou fogos para uma eventual morte de Bolsonaro”.

Tercio perguntou quem seria esse professor. Em resposta à pergunta, o companheiro de governo, Mario, disse que não sabia quem era, mas que se ficasse sabendo falaria para ele tomar um “bom banho”.

Publicidade

Bruno Gagliasso condena fala de Mario Frias

Após prejulgamento do funcionário do governo de Jair Bolsonaro, Bruno Gagliasso fez questão de comentar sobre o episódio. Ele condenou a fala do secretário do governo que afirmou que Jones Manoel precisava tomar um bom banho.

Publicidade

Através de sua conta oficial do twitter, Bruno defendeu o professor e criticou a fala de Frias. Segundo o ator, isso é só mais um dia comum em um país onde funcionários do governo acham que estão no direito de ofender sua população.

Publicidade

O famoso completou sua postagem dizendo que racismo nos dias de hoje é crime e marcou o perfil do responsável pelo comentário preconceituoso.

Publicidade
Publicidade