in

Cid Moreira envia documento ao filho para retirar seu direito de herança: ‘Foi um engano te adotar’

O apresentador afirmou que Roger Moreira deveria trabalhar e realizar suas próprias conquistas.

Rede Globo | Revista Caras | Montagem Ingrid Machado

Aos 93 anos, Cid Moreira tomou uma decisão inusitada envolvendo sua vida pessoal. O veterano decidiu deserdar o filho adotivo Roger Felipe Moreira. De acordo com o programa Balanço Geral, Cid Moreira escreveu um documento de próprio punho expondo a vontade de extinguir o direito de herança do filho adotivo.

Publicidade

No passado, Roger chegou a ameaçar processar o pai na Justiça do Trabalho. Segundo ele, Cid não teria pago seus direitos trabalhistas por ajudá-lo em suas gravações bíblicas por cerca de 16 anos. No documento em que o Balanço Geral teve acesso, Cid Moreira afirma que vive uma vida tranquila ao lado da esposa, da cunhada e do irmão, e que não deseja problemas.

O apresentador ainda relembrou a época em que o filho tentou processá-lo e afirmou que ele não era mais famoso. Cid afirmou que fez o documento de próprio punho e que ainda tentou reverter o processo de adoção na Justiça, mas não teve êxito.

Publicidade

Você continua sendo meu filho adotivo porque não consegui reverter a adoção“, disse o veterano. “Eu fiz um documento e deserdei você. Escrevi de próprio punho e assinei. Juntei pareceres de profissionais da saúde para provar que não estou senil. Foi um engano te adotar. Fico feliz em saber que você está sendo capaz de se manter“, completou Cid Moreira.

Publicidade

O apresentador é casado com Fátima Sampaio desde o ano 2000 e vive em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Cid é presença constante nas redes sociais aos 93 anos de idade e interage com frequência com seus fãs e seguidores. O veterano ainda possui contrato com a Rede Globo até o ano de 2024.

Publicidade
Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade