in

Matheus e Kauan se pronunciam após polícia fechar festa clandestina de cantora: ‘Fomos enganados’

Matheus e Kauan participaram de um evento com cerca de 500 pessoas que foi barrado pela polícia.

Reprodução/Band Uol

Na madrugada deste domingo (11), uma operação policial fechou uma festa clandestina onde a dupla Matheus e Kauan estavam se apresentando. O evento, que contava com cerca de 500 pessoas, estava acontecendo em um escritório de advocacia no bairro Jardins, local nobre na Zona Oeste de São Paulo.

Publicidade

Matheus e Kauan em festa clandestina

Na madrugada deste domingo (11), uma festa clandestina com cerca de 500 pessoas foi interditada pela polícia de São Paulo. Realizada em um bairro nobre do estado, a dupla sertaneja Matheus e Kauan estava se apresentando para o público em um escritório de advocacia.

Segundo o governo do estado, foram enviados mais de 100 denúncias para Vigilância Sanitária informando sobre o show. O local, que fica na Zona Oeste de São Paulo já é conhecido por promover eventos com cantores famosos e com aglomeração.

Publicidade

Pronunciamento de Matheus e Kauan

Depois da acusação de participarem de uma festa com mais de 500 pessoas, a dupla Matheus e Kauan resolveram se pronunciar sobre a polêmica. Foi enviado ao Notícias da TV uma nota oficial para se explicarem sobre a polêmica.

Publicidade

Segundo os sertanejos, o espetáculo seria para comemorar o aniversário da cantora Lucyana Villar e que contaria com a presença de poucos familiares. Eles alegaram que foram enganados e que irão à justiça.

Publicidade

A dupla sertaneja afirmou que quando foram contratados, foi combinado que os responsáveis pelo evento garantiriam que os protocolos de segurança e quantidades de pessoas seriam realizados conforme a lei. Ainda afirmaram que o show não contaria com a comercialização de ingressos.

Publicidade
Publicidade