in

Peão gay será um dos destaques do remake de Pantanal, que começará a ser gravado em breve

Silvero Pereira foi o ator escolhido para viver o papel nessa história, que abordará também a homofobia.

Quem

Silvero Pereira, que ficou conhecido através da novela Meu Bem Querer quando viveu Nonato, já acertou o seu retorno às tramas do horário nobre da Rede Globo.

Publicidade

O ator, que é contra qualquer manifestação homofóbica, foi escolhido pelo diretor Rogério Gomes, o Papinha, para um personagem gay no remake de Pantanal e será um dos destaques da história que começará a ser gravada, em breve, e tem estreia prevista para o início de 2022.

Nessa história original de Benedito Ruy Barbosa, que vem sendo reescrita por seu neto, Bruno Luperi, Silvero interpretará Zaqueu, um peão gay, que na primeira versão exibida pela extinta Rede Manchete com enorme sucesso em 1990, foi vivido pelo ator João Alberto Pinheiro, que logo após o término das gravações, faleceu de AIDS aos 31 anos.

Publicidade

Na Rede Globo, o mais recente trabalho de Silvero foi no Show dos Famosos, do Domingão do Faustão, temporada de 2018, quando chegou a imitar algumas cantoras.

Publicidade

No decorrer de Pantanal, Zaqueu, chegando do Rio de Janeiro em busca de uma vida mais pacata, consegue um emprego como mordomo na fazenda de José Leôncio (Marcos Palmeira) e logo se torna peão.

Publicidade

Na história, ele manterá em segredo um amor não correspondido por Alcides (Juliano Cazarré), papel que já foi vivido por Ângelo Antônio e na época obteve grande sucesso junto aos telespectadores.

Durante a trama, também será abordado o preconceito contra os homossexuais através de Jove (Jesuíta Barbosa), filho de José Leôncio, que embora não seja gay, ganhará o apelido de Florzô por sua educação esmerada e comportamento refinado, principalmente à mesa.

Silvero Pereira também integra o elenco de Bacurau, filme brasileiro que foi premiado em vários festivais de cinema, inclusive no exterior.

Publicidade
Publicidade
Publicidade