in

Jornalista que trabalhou na Globo morre de Covid-19 aos 30 anos

Jomar Bellini, de 30 anos, morreu vítima de complicações causadas pela Covid-19 apenas 19 dias após ter testado positivo para a doença.

Reprodução/Divulgação/IstoÉ

Na última quinta-feira, 1, morreu o jornalista Jomar Bellini, de 30 anos, vítima de complicações causadas pela Covid-19. As informações foram divulgadas em primeira mão pela TV Tem. Entre os anos de 2014 e 2020, Bellini trabalhou como repórter e produtor da afiliada da Rede Globo no interior de São Paulo.

Publicidade

O jornalista estava internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital São Francisco, localizado em São Roque, São Paulo, há 12 dias, no entanto, acabou não resistindo à doença. Bellini teve a morte confirmada apenas 19 dias após ter testado positivo para o coronavírus.

Através de uma publicação no Instagram a emissora lamentou a morte do jornalista desejando “sentimentos aos familiares e amigos”.

Publicidade

Recentemente, o jornalismo já havia perdido uma profissional vítima do coronavírus. Lucélia Andrade, de 35 anos, morreu vítima de complicações causadas pela doença no dia 24 de junho, em Tangará da Serra. A jornalista chegou a ficar 18 dias internada em um leito de UTI, mas não resistiu.

Publicidade

Lucélia deu entrada em uma unidade hospitalar no dia 6 de junho e não demorou muito até que precisasse ser intubada. No dia 23, o quadro da jornalista acabou se agravando e um dia depois, na quinta-feira, 24, sua morte foi confirmada.

Publicidade

Por mais de uma década, Lucélia trabalhou como apresentadora e repórter na imprensa da Tangará da Serra.

Após a morte da jornalista, o prefeito da cidade, Vander Masson, decretou luto oficial e ainda emitiu uma nota de pesar desejando seus sinceros sentimentos ao amigos e familiares de Lucélia Andrade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade