in

Sikêra diz ao vivo qual seu salário após ser acusado de receber dinheiro do governo; é muita grana

Apresentador da RedeTV! teria faturado R$ 120 mil ao fazer propaganda para o governo federal.

RedeTV

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Sikêra Jr. foi citado na CPI da Covid, no Senado Federal, após documento entregue pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) mostrar que ele recebeu cachê de R$ 120 mil para estrelar campanha publicitária do governo federal.

Publicidade

Nesta quinta-feira (17), durante o Alerta Nacional, programa gravado dos estúdios da TV A Crítica, em Manaus – e exibido para todo o Brasil pela RedeTV! – Sikêra se defendeu das críticas e ironizou o valor recebido do governo federal ao comparar com seu salário mensal.

O jornalista afirmou que recebeu R$ 120 mil para fazer campanha para o governo federal e disse que, antes, esse dinheiro iria para a Globo e Folha de S. Paulo. “É pouco demais. Ei, Bolsonaro. Aumente, viu, eu exijo um aumento. De dezembro até agora só deu 120 mil conto?”, ironizou Sikêra, explicando que o valor diz respeito a ganhos de janeiro a junho.

Publicidade

Na sequência, ele afirmou que ganha R$ 60 mil da Sorridentes e outros R$ 60 mil do laboratório Airela. Sikêra também disse que recebe da Yamaha. O apresentador confirmou ao vivo que recebe quase R$ 500 mil mensais da RedeTV! e ainda tem salário na TV A Crítica.

Publicidade

Publicidade

Para finalizar, Sikêra falou sobre sua meta de até dezembro faturar quase R$ 1 milhão todos os meses. O vídeo completo com as declarações do jornalista podem ser visto acima. No YouTube, muitos internautas comentaram o vídeo e muitos criticaram o apresentador. “A questão é que esse dinheiro não vem de patrocínio, não vem de empresas privadas, e sim dos cofres públicos”, escreveu um.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!