in

Suposto motivo pelo qual Globo não deixou Faustão se despedir do público é divulgado: ‘Um descaso com sua história’

O jornalista Leo Dias pontuou os motivos pelos quais a emissora teria encerrado o contrato antes do previsto.

Rede Globo | Divulgação | Montagem Ingrid Machado

Uma notícia pegou a todos de surpresa na última quinta-feira (17). A Rede Globo decidiu antecipar a saída de Fausto Silva da emissora após 32 anos. No último dia 10 de junho, o apresentador precisou ser internado no Hospital Albert Einstein após se sentir mal. Ao ser submetido a exames, Fausto foi diagnosticado com um quadro de infecção urinária.

Publicidade

O apresentador precisou ser substituído nas gravações do Domingão do Faustão. O escolhido para a missão foi Tiago Leifert, que recebeu elogios do público após o desempenho no comando da atração. O contrato de Fausto Silva com a emissora tinha previsão até o mês de dezembro deste ano.

Porém, na última quinta (17), a Globo emitiu um comunicado explicando os motivos pelos quais não manteria o contrato pelos próximos seis meses. A emissora afirmou que a decisão teria sido tomada em comum acordo por “razões estratégicas e internas”.

Publicidade

Um fato que chamou a atenção dos telespectadores foi a saída de Faustão sem nem mesmo se despedir do público em um último programa. O jornalista Leo Dias explicou os motivos que teria levado a emissora a tomar essa decisão: “A Globo coloca o apresentador “na geladeira” e tenta evitar que ele leve parte de sua audiência para a concorrência. Mas é inegável que não permitir que Faustão retorne ao ar para se despedir de seu público seja um descaso com sua história“.

Publicidade

Tiago Leifert comandará a atração dos domingos até que Luciano Huck assuma o posto. Huck fará um novo projeto dominical a partir de 2022. Já Fausto Silva migrará para a Band, emissora onde iniciou a carreira com o programa de sucesso Perdidos na Noite.

Publicidade
Publicidade