in

Luto na música: cantor Reynaldo Rayol morre vítima da Covid-19; fãs ficam desolados: ‘muita tristeza’

Cantor tinha 76 anos e acabou não resistindo às complicações da infecção do coronavírus.

IPOK

A Covid-19 fez mais uma vítima do mundo artístico nesta semana. Morreu na noite da última terça-feira (15) o cantor Reynaldo Rayol, figura de renome durante a Jovem Guarda. Rayol tinha 76 anos e acabou não resistindo às complicações da doença. A informação foi confirmada pelo Instituto Funjor em uma publicação nas redes sociais feita nesta quarta (16), no Instagram. 

Publicidade

Reynaldo é irmão do renomado Agnaldo Rayol. Abalado com a perda, Agnaldo fez uma publicação nas redes sociais, comunicando o luto e lamentando a perda irreparável na família. 

“É com muita tristeza que o Instituto FUNJOR comunica o falecimento do cantor associado Reynaldo Rayol, que sempre teve um carinho especial com as ações da nossa entidade. Ele era um grande amigo do nosso patrono e deixa uma importante obra artística”, disse o comunicado emitido pela Funjor.

Publicidade

Logo na sequência do anúncio da morte de Reynaldo Rayol, diversos internautas e fãs do artista lamentaram a perda. “Meus profundos sentimentos”, disse um seguidor da página. “Muita tristeza”, desabafou outro. “Descanse em paz, meu irmão. Que Deus, em sua infinita bondade, conforte o coração de todos nós”, publicou o cantor Agnaldo Rayol em suas redes. 

Publicidade

Carreira

Nascido em julho de 1944, Reynaldo Rayol iniciou sua trajetória de destaque na música brasileira durante os anos de 1950. No auge da Jovem Guarda, o cantor participou do primeiro programa do grupo exibido pela Record.

Publicidade

Na oportunidade, Reynaldo dividia espaço com Roberto Carlos, Wanderlea, Erasmo Carlos, o irmão Agnaldo Rayol e Eduardo Araújo entre outros exponenciais do movimento que marcou uma geração e fez muito sucesso. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade