in

Remake de Pantanal pode ser a novela mais cara da história da Rede Globo

Orçamento foi aprovado sem economia e cada capítulo custará para a emissora cerca de 1 milhão de reais.

Gshow

Com as gravações previstas para começarem em julho de 2021 e a preparação do elenco escalado já iniciada, a alta cúpula da Rede Globo decidiu não fazer economia em relação ao remake de Pantanal, que tem estreia marcada para os primeiros meses de 2022.

Publicidade

A história original de Benedito Ruy Barbosa, que fez grande sucesso nos anos 90, na extinta TV Manchete, está sendo escrita por Bruno Luperi, neto de Benedito, que manterá a essência central da trama. A direção-geral será assinada por Rogério Gomes, o Papinha.

Segundo foi revelado pela coluna Na Telinha, o orçamento aprovado para Pantanal é o maior que já foi investido no horário das 21 horas na emissora e será a novela mais cara já exibida pela Globo, que gastará cerca de um milhão de reais por cada capítulo.

Publicidade

Pantanal será a primeira produção da gestão de Ricardo Waddington e José Luiz Villamarim, dupla que assumiu o departamento de teledramaturgia da emissora em substituição a Silvio de Abreu. O objetivo principal é que a primeira empreitada dos dois alcance o êxito esperado e faça jus ao milionário investimento.

Publicidade

Os trabalhos começarão na cidade cenográfica, que vem sendo construída pela emissora; e depois na região do Pantanal, em locações previamente escolhidas.

Publicidade

No elenco já estão confirmadas as presenças de Osmar Prado, Murilo Benício, Débora Bloch, Marcos Caruso, Jesuíta Barbosa, Chico Diaz, Juliana Paes, Caco Ciocler, Marcos Palmeira, Lília Cabral, Dira Paes, Renato Góes, Bruna Linzmeyer e Alanis Guillen no tão cobiçado papel de Juma Marruá, a protagonista da história.

Publicidade