in

Kelly Key abre jogo sobre doença grave; médica explica mal que tomou 50% do corpo da cantora

Cantora falou abertamente sobre problema de saúde. Médicos explicam o que é a doença de Kelly Key.

A cantora e modelo Kelly Key abriu o jogo para a imprensa sobre a situação de saúde que vem vivendo em relação à sua pele. A artista disse que tem psoríase e que está em tratamento, mas ficou muito triste com o avanço da doença. De acordo com Kelly, a psoríase já tomou mais de 50% do seu corpo, afetando sua autoestima e confiança. A doença é autoimune e não tem cura.

Publicidade

Na entrevista, Kelly contou que descobriu a doença vivendo em Portugal, em sua primeira temporada no país. As primeiras lesões apareceram lá e pioraram bastante depois que a cantora contraiu o vírus da Covid-19. Kelly teve Covid no final de 2020, no mês de dezembro.

No relato para a imprensa, Kelly disse que teve que passar por uma biópsia para avaliar o estado das lesões que chegaram a alcançar suas mãos. O tratamento avançou, mas sem sucesso. No Brasil, com dermatologista próprio, Kelly também tentou um método, mas não conseguiu efeitos desejados. A situação ficou tão grave que ela viu 50% do corpo tomado pela doença. 

Publicidade

“As lesões tomaram mais de 50% da minha pele, pernas, costas, cotovelo. A crise foi bem séria. O remédio me salvou e hoje as lesões estão cicatrizadas”, lembra Kelly Key.

Publicidade

Entenda o que é a psoríase, doença autoimune de Kelly Key

De acordo com estudiosos da pele, como a Dra. Maria Inês Harris, consultora biocientífica da Biobalance, existe uma confusão entre psoríase e dermatite. A doença ataca cerca de 3% da população mundial.

Publicidade

“Estudos recentes mostram ainda que situações de intenso estresse pré-natal aumentam significativamente o risco de a prole desenvolver psoríase, seja na infância, na adolescência ou na vida adulta”, esclarece a especialista.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia estima que a psoríase seja uma doença que está em cerca de 2 milhões de pessoas no país, a maioria jovens adultos.

“Ela ainda tem uma causa indeterminada, porém há diversos fatores que influenciam no surgimento, incluindo suscetibilidade genética, exposição ambiental e alguns fatores de risco relacionados à doença”, esclareceu a dermatologista Hercília Queiroz em entrevista para o Diário do Nordeste.

A dermatite é uma doença que provoca coceira e pele irritada. A psoríase também pode causar esse efeito, mas também provoca a sensação de queima no local. A hidratação é fundamental nos dois casos. Ambas não são contagiosas e o estresse, principalmente na psoríase, é fator para o agravamento das lesões.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.