in

Paulo Betti detona Regina Duarte após a atriz defender ditadura militar: ‘ser amargurado’

Para Paulo Betti, Regina Duarte está do lado errado ao defender a ditadura militar e endossar as atitudes de Bolsonaro.

Reprodução/Divulgação

Quando o assunto é política, Paulo Betti sempre se mostra bem atento nas redes sociais. Desta vez, o ator decidiu comentar sobre a postura da também atriz Regina Duarte diante do atual cenário do Brasil. Betti não poupou críticas à atriz, que vale ressaltar apoia o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

Publicidade

Paulo Betti lamentou as opiniões de Regina Duarte que vale lembrar já chegou, inclusive, a defender o golpe militar de 1964.

 Durante uma entrevista concedida à revista 29 Horas, Betti disse que a trajetória da atriz “foi uma coisa trágica”, e ressaltou não ter nada de cômico nisso.

Publicidade

Paulo ainda diz que a atriz vem de uma consciência politica do tempo do seriado “Malu Mulher”, e ressalta que foi decaindo até se tornar “nesse ser amargurado” que tentou justificar ditadura militar e apoiou o presidente que vêm conduzindo o Brasil de “forma desastrosa”.

Publicidade

“É muito triste”, diz Paulo Betti, ao afirmar que, ao seu ver, Regina está do lado errado quando insiste em endossar as atitudes do chefe do Executivo.

Publicidade

E não foi só isso. Betti ainda fez questão de dar sua opinião sobre como o setor cultural vem sendo conduzido durante o governo de Jair Bolsonaro. O ator diz acreditar e lutar para que consigam reconstruir tudo que vem sendo “desmantelado”.

Para Paulo Betti, as coisas devem começar a se ajeitar no ano que vem, isso após a eleição presidencial. O ator diz que em 2022 “vamos limpar a área” e assim “as plantas voltaram a florescer”.

Vale recordar que Regina Duarte já chegou, inclusive, a integrar o governo Bolsonaro no cargo de ministra da Cultura, contudo, deixou o cargo em maio de 2020.

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade