in

Marcos Mion é o nome mais cotado para assumir a segunda edição anual do BBB

Se o projeto for aprovado, ele só irá ao ar em 2022 e a participação será apenas de concorrentes que foram eliminados em edições anteriores..

Record TV

Devido ao grande sucesso que o BBB 21 obteve, a Rede Globo através de seus diretores vem mantendo uma série de reuniões com o pretexto de produzir uma segunda edição desse reality show, que iria ao ar duas vezes no mesmo ano.

Publicidade

Além dos elevados índices de audiência conseguidos, que bateram recordes, o BBB 21 também faturou, só na final do reality, cerca 34 milhões de reais para os cofres da emissora, sendo o programa mais rentável da casa de todos os tempos.

O assunto segue em sigilo nos bastidores da Globo e embora os possíveis futuros anunciantes, que já foram contactados,  não abram mão da presença de Tiago Leifert no comando da atração, que é considerado por eles como uma figura de suma importância para o bom rendimento do BBB, e como a emissora teme que a sua imagem fique desgastada, já se pensou  em escalar um outro apresentador.

Publicidade

Até o momento, o nome de Marcos Mion é o mais cotado para estar à frente dessa segunda edição e nem o fato dele estar contratado recentemente pela Netflix o impede de firmar um compromisso também com a Globo.

Publicidade

No caso do projeto ser aprovado, ele só será produzido para a grade de programação da emissora em 2022 e não contará com inscrições de forma alguma. Como participantes seriam escolhidos e  chamados apenas aqueles concorrentes que já tenham passado pelas temporadas anteriores do programa e que pelos mais variados motivos  foram rejeitados pelos telespectadores causando a sua eliminação.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade