in

Celso Russomanno é condenado a indenizar empresa alvo do ‘Patrulha do Consumidor’ por falsa acusação

Segundo a decisão, o apresentador e a Rede Record deverão pagar R$ 25 mil como indenização por falsa acusação.

Roma News

O apresentador Celso Russomanno, da Rede Record, é muito conhecido em todo o Brasil por defender o direito dos consumidores e, por muitas vezes, ir pessoalmente e ao vivo até os estabelecimentos para fazer valer o Código de Defesa do Consumidor.

Publicidade

No entanto, Celso e a emissora para a qual trabalha foram condenados a indenizar em R$ 25 mil uma empresa que, segundo a Justiça, foi alvo de falsas acusações no quadro apresentado por ele, o ‘Patrulha do Consumidor’.

O caso ocorreu em março de 2020, quando Russomanno afirmou que a distribuidora de gás de cozinha ‘Laércio de Melo M.E’ atuava com “má fé” e “extorquia” seus clientes através da venda de botijões a preços abusivos.

Publicidade

A reportagem guiada pelo deputado estadual se deu na presença de um representante do Procon de São Paulo. Na ocasião, Celso afirmou que a empresa pagaria R$ 23 por cada botijão e cobrava R$ 105 dos consumidores.

Publicidade

De acordo com a decisão, as informações dadas por Russomanno eram falsas e, com isso, a empresa obteve o ganho de causa.

Publicidade

“Sem fontes seguras e recheada de informações falsas, a reportagem revelou-se sensacionalista e ofensiva”, declarou o juiz da 4ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo, Gustavo Coube de Carvalho. “O autointitulado ‘patrulheiro do consumidor’, detentor de incomum influência junto ao Procon de São Paulo, acabou por prejudicar pequeno empresário que não merecia ser achacado em rede nacional”, completou o magistrado.

Ainda segundo o juiz, nenhuma venda dentro das características dadas por Russomanno foram documentadas e nem mesmo clientes reais da empresa foram entrevistados durante o programa.

Apesar do valor da indenização já ter sido estipulado, a decisão ainda é passível de recurso por parte do Celso e da Record.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.