in

Laudo mostra detalhes dos últimos esforços de MC Kevin durante a queda; imagens do quarto são divulgadas

A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu o inquérito sobre a morte do funkeiro.

Rede Globo | Divulgação | Montagem Ingrid Machado

O programa Fantástico do último domingo (23), exibiu detalhes sobre a investigação da polícia acerca da morte de MC Kevin. O laudo pericial realizado no local do acidente mostra os últimos esforços do cantor para não cair ainda mais. Kevin caiu de uma altura de cerca de 15 metros e veio à óbito no último dia 16 de maio.

Publicidade

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Antenor Junior, o MC teria tentado acessar o apartamento inferior por medo de ser flagrado pela noiva, já que estava na companhia de uma acompanhante de luxo. Em depoimento, a mulher e um amigo do cantor, que estavam no quarto no momento da queda, contaram que viram Kevin pendurado na sacada no quarto.

Segundo o laudo realizado pelo perito Luiz Alberto Moreira Coelho, o quarto foi encontrado em “desalinho” após o ocorrido. No local, foram encontrados garrafas de bebida, toalhas, chinelos e embalagens de preservativo. O laudo concluiu, ainda, que Kevin não caiu em linha reta.

Publicidade

Antes de tocar o chão, o cantor bateu na quina de uma laje e no guarda-corpo da piscina. O laudo narra que marcas de mãos foram encontradas na laje, demonstrando a última tentativa de Kevin de não cair ainda mais. O diretor da Polícia Civil ainda chamou a atenção para o uso excessivo de drogas ilícitas e bebida alcoólica no dia do acidente.

Publicidade

O que nós podemos afirmar hoje é que todas as provas testemunhais e a prova pericial nos levam para um acidente”, concluiu o delegado. Todos os envolvidos no ocorrido foram ouvidos como testemunhas. Kevin faleceu aos 23 anos e deixa uma filha de 5 anos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade