in

Viúva de MC Kevin desabafa: ‘Eu só queria saber a verdade. Que ele estava me traindo eu já sei’

Deolane Bezerra desabafou e revelou detalhes das últimas horas de vida do artista.

Globo/Notícias da TV/ Montagem: Higor Mendes

Foi ao ar neste domingo (23), no Fantástico, da TV Globo, uma entrevista exclusiva com a advogada Deolane Bezerra, viúva do funkeiro MC Kevin, morto no domingo (16) após cair do 5º andar do hotel em que estava hospedado.

Publicidade

“São muitas dúvidas, sei que eu só queria saber a verdade. Que ele estava lá me traindo eu já sei”, disse Deolane, que falou um pouco sobre como foram as últimas horas de vida do artista.

Segundo a advogada, Kevin já estava pronto para dormir quando algum de seus amigos teria ligado ou enviado uma mensagem falando que seria necessário renovar a diária do hotel. Ela, então, teria pego o dinheiro e dado a ele para efetuar o pagamento.

Publicidade

Em seguida, o artista teria mandado um segurança atrás de Deolane para pegar o valor referente a mais uma diária de outro amigo, o que teria gerado um pequeno atrito entre o casal.

Publicidade

Após isso, sem a presença da esposa, que teria ficado dormindo no hotel, Kevin teria decidido ir até um quiosque da orla com alguns amigos onde, segundo a polícia, eles teriam ingerido bebida alcoólica e drogas, além de terem conhecido a modelo e acompanhante de luxo Bianca Domingues.

Publicidade

Segundo relato de Deolane, por volta de 18h ela acordou com um casal de amigos batendo na porta. Tratava-se de uma amiga da advogada e seu esposo, Lucas, que também viajou com a equipe de Kevin ao Rio de Janeiro.

O casal procurava pelo cantor e, como não o encontrou, foram procurá-lo na recepção do hotel. “O Lucas desceu pra procurar ele, daqui a pouco o Lucas volta: o Kevin se jogou. O quê? Como assim? Não entendi. O Kevin se jogou, o Kevin se jogou. Eu quero descer, eles não deixam eu descer. Quando eu desço, eu não consigo ter acesso ao corpo do Kevin, eles não me deixam ir até o corpo. Então eu fico ali na porta do hotel esperando. Vejo a maca trazendo ele entrando na ambulância”, relembrou a advogada.

Deolane saiu do hospital direto para a delegacia, onde prestou depoimento acompanhada de sua irmã, que em dado momento pediu para que ela esperasse do lado de fora enquanto ela conversava com o delegado. Já no carro, a irmã da esposa de Kevin fez a revelação. “Tinha uma mulher lá”.

Apesar da revelação, Deolane disse que quer continuar amando Kevin e pediu que todos respeitem sua memória. Além disso, a advogada afirmou que não gosta de julgamentos, que nunca julgou e que não acredita ser válido julgar alguém que não está aqui para se defender.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.