in

Antes de morrer, Eva Wilma gravou filme mesmo internada em UTI

A veterana estava enfrentando problemas de saúde, mas se manteve lúcida e trabalhando na UTI.

Reprodução/Globo

O Brasil se despediu de uma das maiores estrelas da televisão no sábado (15). A atriz Eva Wilma, de 87 anos estava internada na UTI do Hospital Albert Einstein. Lutando contra um câncer no ovário, a famosa estava sendo cuidada no hospital desde o mês de abril, quando apresentou problemas no coração e nos rins.

Publicidade

Eva Wilma, que trabalhou em novelas como A Indomada, Pedra sobre Pedra e O Rei do Gado, faz parte do imaginário popular por suas dezenas de papéis na televisão.

A veterana nunca abandonou o teatro, mesmo tendo sido conhecida por viver personagens na TV. Ela foi bem premiada pelo seu trabalho na peça Queridinha Mamãe e fez parte do show Crise, Que Crise? Idealizado pelo próprio filho. Ela revivia uma personagem que deu vida nos anos 1970 em Oh! Que Delícia de Guerra, onde cantava no palco.

Publicidade

Eva Wilma gravou filme da UTI

A equipe de comunicação da veterana compartilhou uma foto da atriz ensaiando para um filme na UTI do hospital onde estava internada. Na ocasião, a assessoria informou que ela não quis parar de trabalhar e gravou o áudio de sua participação do filme direto da cama do hospital.

Publicidade

Veja o registro abaixo, publicado na conta oficial da atriz:

Publicidade

O filme, chamado As Aparecidas, está com as gravações pausadas por conta da pandemia. Sua personagem, Otília junta suas amigas de infância para uma peregrinação à Aparecida, em São Paulo.

Conhecida por várias interpretações na TV Globo, Eva Wilma estava fora dos trabalhos na telinha desde 2015, quando fez uma personagem na novela Verdades Secretas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Italo Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.

Twitter @italopqp