in

Juliette se posiciona a favor de Gilberto após ataque de homofobia

O ex-participante foi alvo de ataque homofóbico em áudios de WhatsApp.

Campeã da última edição do Big Brother Brasil, Juliette usou as redes sociais para deixar registrado seu apoio a Gilberto, que foi alvo de um ataque de homofobia feito por um conselheiro do Sport Clube Recife. Ao se unir com outros artistas que saíram em defesa do economista, a maquiadora escreveu: “seremos resistência a qualquer tipo de preconceito. Conte comigo”.

Publicidade

Deborah Secco, Pabllo Vittar e até o ex-presidente Lula recriminaram os áudios do advogado Flávio Koury sobre a visita do doutorando ao estádio do clube. Na ocasião, ele disse que mais de um milhão de pessoas estão achando que o Sport só tem ‘bicha’. Que muitas camisas seriam vendidas, porque a ‘viadagem’ toda iria comprar.

O teor homofóbico do conteúdo gerou revolta entre os internautas, e Gil declarou que irá tomar as medidas cabíveis contra o dirigente. No Twitter, ele escreveu que esse é o primeiro ataque homofóbico que se depara depois que saiu do reality e garante que isso ainda o machuca muito. Porém, segue firme e providências serão tomadas. Disse que iria tirar o dia para descansar e não perder sua alegria por tudo que tem vivido.

Publicidade

O post rapidamente viralizou na web. A atriz Letícia Colin respondeu que tudo isso fica mínimo diante da sua grandeza, e que ele é o gigante do vigor. Deborah Secco acrescentou que está com ele sempre, aconselhou o economista a realmente tirar um tempo e poder voltar revigorado para fazer Justiça.

Publicidade

A mãe do ex-participante, Jacira Santana, também lamentou o fato no seu Instagram. Ela escreveu que dói muito ver seu filho passando por tudo isso em pleno século 21. Pediu para as pessoas terem respeito e bom senso, mais amor ao próximo. E que não precisa ser gay, lésbica ou bi para ser contra esse tipo de ataque preconceituoso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade