in

Gil do Vigor é vítima de homofobia em bastidores de time de coração e desabafa após áudio vazar: ‘É muita dor’

Ex-BBB visitou a sede e estádio do Sport Club do Recife na última quarta-feira (12) e fez a famosa dancinha.

REPRODUÇÃO - GLOBO

Quarto colocado na disputa do Big Brother Brasil 21, o ex-brother Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, tem tido uma agenda cheia de compromissos, mas em meio a todo esse momento especial em sua vida, o economista pernambucano acabou sendo vítima de preconceito de um conselheiro do clube do seu coração, o Sport.

Publicidade

Membro do Conselho Deliberativo do Sport, Flávio Koury aparece em um áudio repudiando a famosa coreografia “tchacki tchacki” que o ex-BBB apresentou na casa mais vigiada do país, e reeditou na Ilha do Retiro, casa do Sport Club do Recife, na última quarta-feira (12). 

Em áudio que viralizou nas redes sociais e causou uma grande revolta, o conselheiro aparece reclamando da dança e disparou que “1,2 milhões de pessoas achando que o Sport só tem viado” e ainda disse que “a viadagem todinha vai comprar [a camisa do Sport]”. 

Publicidade

Ex-brother desabafou

Diante de toda a polêmica surgida, Gil do Vigor utilizou suas redes sociais para externar o sentimento de tristeza vivenciado com a fala preconceituosa de Koury.

Publicidade

“Primeiro ataque homofóbico que me deparo após o BBB e posso garantir, ainda machuca MUITO! Mas sigo firme e providências serão tomadas. Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo…… É muita dor!”, disse o ex-BBB, que vem recebendo um apoio maciço nas redes sociais. 

Publicidade

No Twitter, os internautas subiram a tag #GILMERECERESPEITO, que já é um das mais comentadas na rede. Além disso, já existem inúmeros pedidos para a expulsão de Koury do Conselho Deliberativo do Sport. Os próprios torcedores rubro-negros estão na campanha, que exige também um posicionamento oficial da diretoria rubro-negra. 

Em sua participação no BBB21, Gil externou várias vezes o seu carinho pelo Sport, chegando inclusive a cantar o grito de guerra ecoado pela torcida em jogos do time pernambucano.

Publicidade
Publicidade