in

Luto! Morre querido cantor brasileiro vítima da Covid-19 e fãs e famosos lamentam: ‘Muita tristeza’

Artista estava internado em um hospital do Rio de Janeiro desde o dia 5 de maio em tratamento contra a doença.

FOTO IPOK

Figura conhecida no âmbito da Música Popular Brasileira, o cantor e compositor Arlindo Paixão, popularmente chamado de “Mongol”, foi mais uma vítima fatal de complicações provocadas pelo coronavírus.

Publicidade

A informação do óbito do artista foi divulgada na última quarta-feira (12), no perfil do amigo e parceiro de composições, Oswaldo Montenegro. 

“Mongol se foi. Oswaldo não tem como falar. Perdeu o menino com quem sonhou a vida desde os 8 anos. Não tem nem o que, nem como dizer. Nada. Oswaldo está em silêncio”, afirmou a postagem na página de Montenegro no Instagram, tendo como assinatura, Madelena Sales.

Publicidade

Publicidade

Comoção

Logo após o anúncio da triste perda, diversos fãs e celebridades que eram parceiras de Arlindo Paixão comentaram na publicação de Oswaldo Montenegro externando o sentimento de luto e solidariedade aos familiares do artista. 

Publicidade

“Muita tristeza com essa perda!”, disse o cantor Paulinho Moska. “Aiiiiiiiiii meu Deus !!! Mongol nãoooo … arrasado”, escreveu o ator e cantor Maurício Mattar. 

Parcerias de sucesso

O dueto entre Oswaldo Montenegro e Arlindo Paixão rendeu sucessos marcantes como “Lume de Estrelas”, “Sempre não é todo dia” e “Agonia”. 

De acordo com informações publicadas pelo jornal “Extra”, Arlindo Paixão estava intubado no Hospital da Fundação Oswaldo Cruz, FioCruz, no Rio de Janeiro, desde a semana passada, e acabou não resistindo as complicações da Covid-19. O artista tinha 64 anos. 

Familiares estão aguardando um filho do artista chegar de Berlim para realizar a cerimônia de cremação do corpo. 

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade