in

Dani Winits se desespera e diz o que matou Paulo Gustavo: ‘Não morreu de Covid’

Atriz e amiga do ator ficou indignada com o falecimento de Paulo Gustavo. Missa de sétimo dia ocorre nesta terça-feira, 11/5.

AgNews / Divulgação

Há sete dias, o público perdeu um dos mais talentosos artistas, Paulo Gustavo. O ator, que conquistou o Brasil com sua irreverência e talento único, perdeu a luta para a Covid-19, após resistir bravamente por 53 dias em um hospital da zona sul do Rio de Janeiro. Com o falecimento de Paulo Gustavo, muitos amigos manifestaram sua dor e indignação em público, seja na mídia ou nas suas redes sociais. Danielle Winits, amiga próxima de Paulo Gustavo, não se segurou e falou abertamente sobre o que matou o artista.

Publicidade

Danielle fez um desabafo, em seu Instagram. A colega de profissão disse que Paulo Gustavo não morreu de Covid. Para a atriz, o que o matou foi algo muito pior: o seu próprio país. 

Revoltada, Dani Winits diz o que matou Paulo Gustavo

Na postagem em seu Instagram, Danielle Winits escreveu que espera que a morte de Paulo Gustavo não seja em vão.

Publicidade

“Que a partida desse mais que amor da minha vida e da vida de tantos brasileiros chamado Paulo Gustavo, aliada a perda infindável de todos os outros amores das vidas de alguém em nosso país, não sejam e não fiquem em vão”, publicou a atriz da Globo.

Publicidade

Ela desabafou também que não se conforma com a morte de Paulo e que, na verdade, ele não morreu de Covid, e sim “de Brasil”. 

Publicidade

“Desse tamanho descaso adorado, cultuado e capitaneado por esse desgovernado governo senil”, escreveu a atriz. 

Paulo tinha 42 anos de idade e deixou um legado inesquecível, recheado de personagens marcantes. Sua mãe, seu marido e amigos rezam sua missa de sétimo dia nesta terça-feira, 11/5, às 18h30, aos pés do Cristo Redentor.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.