in

Irmã de Paulo Gustavo se declara para o irmão após sua partida: ‘Anjo da guarda’

Através do seu perfil no Instagram, a produtora fez um desabafo emocionante.

Instagram Paulo Gustavo

A irmã de Paulo Gustavo, Juliana Amaral, se pronunciou publicamente depois da morte do irmão. A produtora fez uma declaração emocionante em seu perfil nas redes sociais e postou a última foto que tirou ao lado dele. Ela escreveu: “você me dizia que eu era seu anjo da guarda, agora você é meu”.

Publicidade

Juliana começou dizendo que Paulo tratava todas as questões políticas com amor, leveza, alma, alegria e muito bom humor. Ele costumava dizer que iria transformar até o ‘intransformável’. Que algum dia iria existir mais pessoas boas do que ruins no mundo. Ela lamentou que não deu tempo dele sentir na prática todo esse movimento e evolução pelo qual ele tanto lutava.

A irmã do humorista continuou que talvez no inconsciente, o irmão soubesse que sua passagem pela terra seria rápida. Ela relembrou que o mesmo uniu todos os amigos e eles irão continuar assim, porque seu amor continua presente em todos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Juliana ainda lamentou o fato do artista, morto pelas complicações provocadas pelo coronavírus, não ter tido a chance de tomar a vacina contra a doença. Ela escreveu que infelizmente não deu tempo disso acontecer, e agora ele tem a missão de dar forças para ela seguir em frente.

Ela finalizou que nem precisa dizer para ele ficar em paz, porque disso ela já tem certeza. Alguns dias atrás, a mãe do comediante também desabafou sobre a perda do filho, assim como o marido, Thales Bretas.

Em entrevista ao Fantástico, Déa Lúcia destacou a importância do trabalho do ator em um mundo com tanta gente intolerante. Ela ainda falou sobre o carinho que o filho recebeu no período que esteve internado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade