in

Atleta do Palmeiras causa revolta ao afirmar que Paulo Gustavo foi para o inferno e clube se pronuncia

A jogadora fez o comentário em uma publicação que comparava a morte do ator com a do cantor Irmão Lázaro.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

A atacante da seleção brasileira e do Palmeiras, Chú Santos, foi a protagonista de uma verdadeira saia justa entre outras jogadoras da seleção após um comentário totalmente preconceituoso sobre a morte do ator e humorista Paulo Gustavo, que aconteceu na última terça-feira (04/05) em decorrência de complicações da Covid-19.

Publicidade

Em uma publicação do Facebook que falava sobre a diferença do ator com o cantor gospel Irmão Lázaro, que também morreu de Covid, Chú Santos afirmou que o humorista, que era umbandista e homossexual ‘foi para o inferno’, enquanto o evangélico foi para o céu.

O comentário causou revolta entre os fãs do humorista, torcedores e também entre as companheiras de profissão da atleta. A melhor jogadora de futebol do mundo, Marta, que também é homossexual declarada, foi uma das primeiras a se manifestar dizendo que ‘ninguém sabe o dia de amanhã‘ e que ‘só Deus pode julgar’. A principal jogadora da seleção brasileira terminou seu comentário dizendo que somente Deus pode dizer se alguém vai para o céu ou para o inferno.

Publicidade

Publicidade

A também atacante Cristiane falou sobre o episódio e se disse triste por descobrir que ao seu redor estão pessoas desse tipo.

Publicidade

A diretoria do Palmeiras afirmou que vai tratar do caso internamente e se manifestou via redes sociais ressaltando que a jogadora reconheceu seu erro e já pediu desculpas.

Paulo Gustavo foi internado no dia 13 de março no hospital Copa Star do Rio de Janeiro onde foi entubado e fez tratamento por ECMO, mas acabou não resistindo após ser diagnosticado com uma embolia gasosa que acabou subindo para o cérebro do artista.

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com