in

Flordelis diz se Paulo Gustavo foi castigado por Deus e critica evangélicos

A parlamentar disse o que pensava sobre a atual situação envolvendo o coronavírus.

UOL

A deputada Floredelis se tornou um nome bastante conhecido no Brasil inteiro pela morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, que faleceu após ser atingido por disparos de arma de fogo, tendo como principal suspeita a própria esposa.

Publicidade

Mas, recentemente, o nome de Flordelis voltou a ser assunto. Isso porque ela se posicionou, através de uma de suas redes sociais, a morte do ator Paulo, que faleceu no último dia 4 após complicações do coronavírus.

Desde sua morte, Paulo tem recebido muitos ataques por parte de religiosos, que criticam o fato de o ator ser casado com outro homem e ter dois filhos. O artista era unido em matrimônio com o dermatologista Thales Bretas, e pai de Romeo e Gael, frutos de barriga solidária.

Publicidade

Ao ver tais comentários negativos nas redes sociais, Flordelis mostrou indignação e retrucou: “Infelizmente alguns evangélicos que não me representam e não representam a maioria dos evangélicos desta nação foram para a mídia falar que [a morte] foi um castigo de Deus. Não foi! É falta de vacinação na população, precisam vacinar a população“, disse a deputada.

Publicidade

Recentemente, pouco antes de morrer, Paulo Gustavo foi atacado por um pastor evangélico, que disse estar orando por sua morte. O vereador Donaldo Seling, da câmara municipal de Maripá, também mencionou o ator em um discurso considerado homofóbico pelo público. Na ocasião, o parlamentar criticou a sexualidade do artista, que tinha 42 anos.

Publicidade

A morte de Paulo Gustavo causou imensa comoção entre o público. O artista passou mais de 50 dias internado depois de sofrer complicações da Covid-19, chegando a ter uma embolia pulmonar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.