in

Justiça determina que dona da editora ZLBooks prestará serviço comunitário após caluniar Alessandro Lo-Bianco

Jornalista processou Jô Ramos após descobrir calúnias e difamações enviadas para terceiros pela internet.

Reprodução Instagram

Fundadora e responsável pela editora de livros ZLBooks, a jornalista e escritora Jô Ramos vai prestar serviços comunitários – que podem ser revertidos em pagamento de cestas básicas – após aceitar fazer uma transação penal oferecida pelo jornalista Alessandro Lo-Bianco ao Ministério Público, depois que o comunicador descobriu que ela estava caluniando e difamando seu nome para terceiros na internet. 

Publicidade

Lo-Bianco colheu as provas e ingressou na Justiça Criminal contra Jô Ramos, que acabou confessando o ilícito cometido durante audiência de instrução e julgamento. Lo-Bianco ofereceu ao Ministério Público uma alternativa à condenação da editora, para que a sociedade pudesse ser, de alguma forma, beneficiada com o processo.

Jô Ramos, cujo nome verdadeiro é Jacilene Alves Ramos, recebeu do Ministério Público a proposta oferecida pelo jornalista e aceitou realizar a transação penal. Este dispositivo permite as pessoas processadas aceitarem realizar algum serviço à sociedade, como forma de não serem condenados pelos ilícitos cometidos ao final do processo.

Publicidade

O Ministério Público comunicou a Jô Ramos a oferta de Transação Penal que consiste em prestação de serviços comunitários destinados a uma instituição de caridade pelo período de 30 horas no prazo de um mês. 

Publicidade

A dona da editora ZLBooks aceitou a oferta, mas pediu para que a determinação de prestar serviços comunitários pudesse ser trocada pelo pagamento de cestas básicas. A instituição agraciada será o Projeto Florescer, localizado no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Publicidade

De acordo com a determinação final da Justiça, a dona da Editora ZLBooks, deverá pagar as cestas básicas em itens alimentícios ou medicamentos, ou outros itens de primeira necessidade.

Procurado, o jornalista Alessandro Lo-Bianco disse: “não tinha a intenção de comentar o assunto, mas que ficou feliz com o resultado“. O jornalista ainda informou que está sempre atento em relação a quem comete calúnias e difamações com seu nome na internet, “para que medidas cabíveis sejam sempre tomadas em tempo oportuno“.

   

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Tálamo

Bruno Tálamo é jornalista de formação e, atualmente, colunista do programa A Tarde é Sua da RedeTV!. Começou a carreira como locutor de rádio até migrar para a televisão. Com passagens pela Band e RecordTV, é considerado uma das principais revelações do colunismo de celebridades.
Siga no Instagram: @brunotalamo