in

Ator que sobreviveu a coma por Covid impacta com seu testemunho: ‘Começou com uma dor de estômago’

Ator passou meses internado, ficou em coma e precisou de transplante de pulmões para sobreviver.

Televisa/Maria Vísion/Montagem Guti M.

O recomeço de vida do ator mexicano Toño Mauri, conhecido mundialmente por novelas como O Privilégio de Amar, Abraça-me Muito Forte e Teresa, venceu uma luta árdua contra as complicações da Covid-19.

Publicidade

Toño ficou quase oito meses internado e passou por um transplante duplo de pulmões em dezembro de 2020. Internado desde julho de 2020, Toño teve alta no começo de fevereiro de 2021.

O ator renasceu após sofrer em uma UTI e ficar um bom tempo em coma. Mauri chegou a conferir algumas rápidas entrevistas após receber alta, mas foi em abril que ele participou de um programa de TV católico, em que contou seu testemunho sobre a experiência de sobreviver a um dos inimigos invisíveis mais temidas na humanidade na atualidade: o coronavírus.

Publicidade

Toño contou que antes de ser internado, sentiu dor de estômago, uma dor que ia aumentando dia após dia, mas ele não deu atenção, pois pensou que fosse consequência de ter comido alguma coisa que não lhe caiu bem:

Publicidade

tudo começou como uma dor de estômago, mas não dei atenção. Pensei ser algo que não me caiu bem na janta anterior. Depois comecei a ter febre, dor de cabeça e comecei a tomar medicamentos para a dor. Rezei, pois pensei que fosse algo que logo ia passar, mas comecei a ter dificuldade para respirar e pedi que minha esposa me levasse ao hospital”.

Publicidade

O intérprete de Alonso em O Privilégio de Amar, disse que foi ao hospital com a esposa e o filho, e lá disseram que ele deveria ficar internado. Abaixo, ele aparece ao lado da esposa em uma época que nem imaginava que um dia passaria por tudo o que passou.

Mauri estranhou, mas acreditou que era apenas por precaução e que seria liberado em até dois dias, mas depois desse prazo, o levaram para a UTI e os exames constataram que seus pulmões estavam danificados pelo vírus. Dali em diante em só foi piorando.

Toño Mauri entra em coma

Certo dia ele foi informado que já estava curado da Covid, mas que a partir dali começava um novo processo em seu tratamento: salvar seus pulmões. Toño entrou em colapso pulmonar e pouco depois ficou em coma. O artista conta que não se lembra de nada e que quando acordou, pensou que fazia pouco tempo que estava dormindo, mas já estava em coma há quase quatro meses.

Carla Mauri, a esposa de Toño, recebeu três ligações telefônicas durante os quase quatro meses de coma do marido. Todas elas eram dos médicos que cuidavam do ator, informando que ele não passaria daquela noite. Demonstrando ter muita fé, Mauri sobreviveu a todos os prognósticos ruins, o que incluía hemorragia interna e infecção no sangue.

O transplante de pulmões

Os médicos informaram Mauri que ele precisava de um transplante de pulmões, mas que não se tratava de um processo simples, pois precisava preencher uma série de requisitos. O que geralmente demora, foi relativamente rápido para o ator. Ele atribuiu o ocorrido a sua fé e certeza de que Deus jamais o desampararia.

Surgiram pulmões compatíveis e ele pôde ser transplantado no final de 2020. Ele deve esperar um ano depois do transplante para ver como o órgão se adaptada ao corpo e assim, poder, se quiser, saber quem foi o doador. O ator contou que escreveu uma carta e entregou a equipe médica, agradecendo a família de seu doador ou doadora por ter salvo a sua vida.

Recomeço

A vida atual de Mauri não é fácil, é um recomeço. Devido aos muitos meses em coma e se alimentando por sonda, o ator tem algumas debilidades físicas. A perda de peso, de massa muscular e de força nas pernas, levará um tempo para serem restabelecidas. Mauri segue em tratamento, mas em comparação com sua primeira imagem em fevereiro e em sua recente entrevista, ele já demonstra melhoras em sua aparência.

Voltar a atuar neste momento não é um foco. O ator continuará se tratando e trabalhando dentro do possível, mas a restrição de gravações de novelas em meio a pandemia acaba sendo benéfico, pois muitos grupos que precisam se proteger ou se tratar, acabam não trabalhando na TV.

Mauri atribuiu todo o processo de cura a sua conexão com Deus: “Deus não me castigou com a Covid. Deus esteve do meu lado para que eu superasse”, disse o ator em determinado momento da entrevista.

No decorrer da entrevista de quase duas horas de duração, Mauri conversou com amigos e telespectadores por telefone. O ator, por fim, declarou que viveria seus próximos anos de vida para servir a Deus, em agradecimento por estar vivo: “se Ele morreu por nós, vamos viver por Ele”, declarou como última frase da entrevista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades