in

Relembre a vida e a carreira de Paulo Gustavo do dia de seu nascimento até o dia de sua partida

Em ordem cronológica, conheça um pouco da trajetória de um dos maiores comediantes do Brasil.

CNN

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros é natural de Niterói, no Rio de Janeiro, e nasceu no dia 30 de outubro de 1978, filho de Júlio Marcos e Déa Lúcia, sua inspiração para a criação da cativante Dona Hermínia.

Publicidade

Entre as décadas de 80 e 90, Paulo e sua irmã estudaram em um colégio particular da cidade, porém, desde cedo ele se mostrava mais talentoso com arte e brincadeiras do que com os estudos.

No início dos anos 2000, após uma tentativa frustrada de cursar turismo, ele se encontrou no teatro ao se tornar aluno da Casa de Arte de Laranjeiras, onde conheceu Fábio Porchat.
Em 2004 viria sua primeira peça de grande relevância, denominada O Surto. Nela, pela primeira vez

Publicidade

Dona Hermínia daria as caras ao público. Já em 2005, o ator estreou com seu amigo Porchat a peça Infraturas, onde pôde verificar o sucesso de Dona Hermínia diante do público e decidir então criar um espetáculo onde ela seria a protagonista.

Publicidade

No ano de 2006 o projeto se torna realidade e é lançado no teatro a peça que mudaria sua história: Minha Mãe é Uma Peça. Em 2007, Paulo aparece pela primeira vez nas telas da Globo interpretando o delegado da série O Sítio do Picapau Amarelo. No ano seguinte, o ator ainda marcou presença em Casos e Acasos, também da Rede Globo.

Publicidade

Além disso, o ator atuou também como o cabeleireiro René Gama, no filme Divã, no ano de 2009. O personagem seria repetido no ano de 2011 em uma série nascida do filme. No ano seguinte, 2010, o ator, juntamente com Paulo Caruso, estreia em Hiperativo, um espetáculo de stand up que contou com um público de mais de 2 milhões de pagantes.

Em 2011, no Multishow, Paulo estreou o programa 220 Volts, o mesmo do especial apresentado pela Globo em sua homenagem. Já em 2013, ainda no Multishow, o ator passou a compor o elenco do Vai Que Cola, interpretando Valdomiro Lacerda. Em junho do mesmo ano, os cinemas são agraciados com a estreia de Minha Mãe é Uma Peça.

Já em 2014, e parceria com Mônica Martelli, Paulo deu vida ao Aníbal, no filme Os Homens São de Marte e é Pra Lá Que Eu Vou. No ano seguinte, no dia 20 de dezembro de 2015, o ator oficializou sua união com o dermatologista Thales Bretas. No mesmo ano, estreou no cinema o filme adaptação de Var Que Cola.

O segundo filme da franquia Minha Mãe é Uma Peça veio em 2016, três anos após o lançamento do primeiro. O longa rendeu ao ator o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de roteiro adaptado. Já em 2017, novamente no Multishow, o artista dá vida ao ex-palhaço Rique, em A Vila.
Um ano depois, em 2018, novamente em parceria com Mônica Martelli, Paulo voltou a interpretar Aníbal, agora no filme Minha Vida em Marte.

Um dos momentos mais marcantes da vida do ator se deu em 18 de agosto de 2019, quando Romeo e Gael, filhos de Paulo e seu marido Thales Bretas, nasceram por meio de barriga de aluguel. No final do mesmo ano, o ator voltou às telonas com o lançamento do grande sucesso Minha Mãe é Uma Peça 3.

Às 21h12 do dia 4 de maio de 2021, Paulo Gustavo nos deixou por conta de complicações da Covid-19, após quase dois meses de luta em um leito do Hospital Copa Star, em Copacabana. Paulo se foi, mas o legado impecável de seu trabalho estarão eternamente nos corações dos brasileiros.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.