in

11 atores mirins que fizeram muito sucesso, mas mudaram de profissão quando cresceram

Alguns atores e atrizes mirins fizeram muito sucesso, mas optaram por seguir outras profissões depois que cresceram.

Extra

Alguns famosos começaram a carreira logo na infância. Com o passar dos anos, nem todos decidiram continuar a carreira artística e há aqueles que afirmem sentir um alívio por estar distante das câmeras, embora com uma ou outra reprise, se torne inevitável que eles voltem a ser notáveis no mundo dos famosos.

Publicidade

Muitas dos atores e atrizes mirins que fizeram muito sucesso no passado, hoje estão dedicados a outras profissões.

Veja agora quem são os atores e atrizes mirins que mudaram de profissão depois que cresceram.

Publicidade

Cecília Dassi


A atriz ganhou fama quando tinha apenas seis anos e foi a Sandrinha da novela Por Amor. Em 2016, seu contrato com a TV Globo terminou, mas isso não foi um problema, pois Cecília já não se interessava por atuar, mas havia se apaixonado pela psicologia. Estudou, se formou e se tornou psicológica. Cecília mantém um canal no Youtube e lá fala de comportamento. Também é coaching e atua nos bastidores com acompanhamento de atores mirins.

Publicidade

Victor Cugula


Recentemente o ator voltou a ser visto na tela do Viva na reprise de Mulheres Apaixonadas, quando tinha apenas sete anos. Ele trabalhou em outras duas novelas: O Clone e Alma Gêmea. Depois disso se dedicou aos estudos. Atualmente tem 24 anos e estuda cinema.

Publicidade

Debby Lagranha


Conhecida por participar do programa de Didi, além de outros trabalhos na TV, Debby desapareceu da TV em 2012, logo após participar da novela Aquele Beijo. Debby mudou radicalmente de profissão: se tornou veterinária e empresária.

Carolina Pavanelli


A atriz mirim deixou de atuar em 2009, após quase quinze anos de carreira, iniciada na novela Sonho Meu, de 1994. Carolina se tornou professora e escritora e se dedica com afinco a educação.

Guilherme Vieira


O ator também foi visto recentemente na tela do canal Viva, como Tonico, filho dos personagens de Murilo Benício e Mariana Ximenes em Chocolate com Pimenta. O último trabalho de Guilherme foi na novela Rebelde, da RecordTV, em 2012. Se formou em administração de empresas e atua no mercado de games.

Ana Olívia Seripieri


A eterna Tati da primeira versão brasileira de Chiquititas não mudou muito a fisionomia com o passar dos anos, mas a profusão é outra. Seu último trabalho foi em 2007, pelo SBT, no remake de Amigas e Rivais. Ana optou por deixar a carreira artística e se dedicar aos estudos. Hoje ela é administradora de empresas.

Felipe Latgé


Atualmente é possível ver Felipe Latgé na reprise de Da Cor do Pecado, exibida de segunda a sábado pelo canal Viva. O ator não voltou a atuar após essa trama, produzida há dezesseis anos. Felipe se formou em publicidade e trabalha na área.

Pedro Malta


O ator fez bastante sucesso na TV Globo e Record TV, sendo seu último trabalho a novela bíblica O Rico e Lázaro, em 2017. Desde então, ele decidiu se afastar da carreira artística. Se manteve estudando e formou-se em 2020 no curso de Rádio e TV.

Eunice Baía


Apesar de ter ficado conhecida como a indiazinha Tainá do filme de mesmo nome, Eunice ainda atuou em algumas produções até 2011. Nos últimos dez anos ela se formou em moda e criou a sua própria marca de roupas. Também fundou um coletivo para lutar pelos direitos das mulheres indígenas.

Ana Karolina Lannes


Ana Ficou famosa por seu único trabalho na TV: Avenida Brasil, de 2012, quando interpretou Agatha, a filha da vilã Carminha (Adriana Esteves). A moça decidiu estudar artes cênicas, mas acabou se dedicando a profissão de DJ.

Karina Ferrari


Karina ficou famosa em 2009, quando integrou o elenco de Caminhos das Índias. Seu último trabalho foi em 2012. Depois disso ela se dedicou a carreira de dançarina e iniciou faculdade de farmácia em 2019.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades