in

Após Tatá detonar pastor que orou pela morte de Paulo Gustavo, foto de sua filha é ridicularizada na web

A apresentadora não gostou nada da atitude do pastor e nem dos memes que foram feitos com a foto da sua filha.

Reprodução/Globoplay - Reprodução/Instagram

A apresentadora Tatá Werneck foi uma das pessoas que se revoltou com a postagem do pastor José Olímpio, que zombou do estado grave em que se encontra o humorista Paulo Gustavo, internado na UTI há mais de um mês tentando se recuperar da covid. 

Publicidade

O pastor da Assembleia de Deus publicou em suas redes sociais que enquanto as pessoas faziam correntes de oração pelo comediante, ele estava orando para que ‘o dono dele o leve pra junto de si’. 

Após sair a notícia de que o pastor está sendo processado por homofobia, Tatá fez um post em seu Twitter no último domingo (18/04) dizendo que o mundo precisa saber da maldade do pastor. Com a repercussão negativa que o caso tomou, José Olímpio apagou sua publicação. 

Publicidade

Meme usando foto da filha de Tatá Werneck deixa a apresentadora indignada 

Já nessa quinta-feira (22/04), uma seguidora de Tatá revoltou a artista ao usar uma foto de sua filha Clara Maria de apenas um ano para fazer um meme. 

Publicidade

Na foto usada como base para o meme, Clara Maria aparece com uma carinha séria, como se tivesse acabado de acordar com mau-humor.

Publicidade

Tatá não gostou da brincadeira e pediu para que o público parasse de compartilhar os memes que tivessem conteúdos adultos, dizendo que sempre levou tudo numa boa e que confiava no bom senso dos seus seguidores. A apresentadora do Lady Night terminou sua postagem proferindo palavras de baixo calão para a menina que foi a responsável por fazer e divulgar os memes com a foto de Clara Maria. 

A bebê de um ano é fruto do relacionamento de Tatá com o ator Rafael Vitti.  

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com