in

Atacado, Bial explica ironia com Lula e diz que o ex-presidente mentiu a seu respeito

REPRODUÇÃO/TV CULTURA E REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Pedro Bial usou um espaço prestigiado no Folha de S. Paulo desta segunda-feira, 19, para assinar um texto intitulado ‘O passado como polígrafo’, onde tenta esclarecer uma controvérsia protagonizada por ele involuntariamente recentemente.

Publicidade

O apresentador Pedro Bial vem sendo muito criticado nas redes sociais após uma declaração feita no Manhattan Connection, na TV Cultura.

No programa, Lucas Mendes questionou o apresentador se existe algum convidado que não vai ao programa de Bial na Globo, Conversa com Bial, e completou dizendo que “todo mundo que ir” ao programa de Pedro Bial. Para responder ao questionamento, o global disse que Lula até já disse que gostaria de participar de um programa com ele, contudo, esse programa teria que ser ao vivo.

Publicidade

E não foi só isso. Bial disse ainda que durante a entrevista com o ex-presidente teria que ter um polígrafo para acompanhar todas as falas do petista.

Publicidade

Agora, no texto divulgado na Folha, Bial relata um episódio que explica a sua desconfiança a respeito do ex-presidente Lula. O apresentador conta que no fim de 2005, quando Lula ainda era presidente do Brasil, ele recebeu Bial no Palácio do Planalto para concedê-lo uma entrevista a respeito do escândalo do mensalão.

Publicidade

Bial conta que durante a entrevista acabou tocando em assunto sensíveis, no entanto, ressalta que essa era a sua obrigação como entrevistador. Após o fim da gravação, ele conta que Lula o chamou para conversar na sala de reuniões onde, por meio de um papo amigável, pediu opiniões e recebeu as mesmas como se fossem conselhos.

Os anos se passaram e, oito anos depois, Bial conta que “diante de uma claque de blogueiros governistas”, o ex-presidente acabou inventando uma outra versão a respeito desse encontro. Bial conta que Lula questionou se as pessoas estavam lembradas da agressividade dele quando foi entrevista-lo no Palácio do Planalto. Diante disso, o apresentador continua relembrando o que foi dito pelo petista sobre o encontro, afirmando que Lula disse que poderia ter o mandado cair fora do seu gabinete, contudo, decidiu mostrar que “educação a gente não aprende na escola”.

Publicidade
Publicidade