in

Mais uma briga por herança de cantor evolvendo sua mulher e filhos

terra

Mais uma briga por herança vem a público. Desta vez envolvendo os filhos e a mulher do cantor Paulinho, do grupo ”Roupa Nova”, e que ganha mais um episódio, pois Elaine Soares Bastos, que era companheira do artista, através da Justiça, obteve o direito de ser declarada como inventariante.

Publicidade

Esse barraco familiar teve seu começo em dezembro de 2020, dois dias após o falecimento do cantor, envolvendo seus filhos Pedro Paulo Castor dos Santos, conhecido também por Pepê Santos, e Twigg Souza Santos, além de Elaine Soares Bastos, sua companheira, numa ferrenha disputa pela herança que o músico deixou aos herdeiros.

Elaine entrou com uma ação na Justiça para que fosse reconhecida a sua união estável com o cantor, uma vez que não estava incluída no inventário por ele deixado.

Publicidade

Depois disso, surgiram algumas testemunhas dos herdeiros, que declaram que Paulinho e Elaine não mantinham mais uma relação conjugal e até já estavam dormindo em quartos separados. Também é argumentado que Elaine chegou a agredir o cantor com um tapa na cara.

Publicidade

Porém, em janeiro deste ano, os três chegaram a um acordo e decidiram não dar mais à imprensa qualquer tipo de informação sobre esse assunto.

Publicidade

A assessoria de imprensa do “Roupa Nova” também se nega a fazer sequer um comentário sobre isso e afirma que tudo está sendo resolvido em família e de forma bastante discreta.

Após permanecer internado durante um mês no Hospital Copa D’Or, no Rio de Janeiro, Paulinho faleceu aos 68 anos vítima do Covid -19 no dia 14 de dezembro de 2020. Em agosto desse mesmo ano, ele passou por uma série de exames, acusando um linfoma, que estava sendo tratado após um transplante de medula óssea. Porém, durante esse processo acabou sendo contagiado, o que causou a sua morte.

Publicidade
Publicidade
Publicidade