in

Irmã de Paulo Gustavo se revolta e repudia divulgação de fake news sobre o ator: ‘às custas de nossa angústia’

O Fuxico

Internado desde o dia 13 de março, o ator Paulo Gustavo segue lutando pela vida após ser diagnosticado com a Covid-19. Na noite do último domingo (11), o hospital onde o artista está internado no Rio de Janeiro, atualizou o boletim do quadro clínico do humorista, e classificou a situação como “crítica”.

Publicidade

Horas depois da divulgação do boletim, a irmã de Paulo Gustavo, Juliana Amaral, utilizou o seu perfil no Instagram para fazer um desabafo acerca de algumas fake news que chegaram a noticiar a morte do ator.

Externando o quanto tem sido difícil este momento, Juliana pediu mais empatia e respeito, citando o quanto todos os familiares têm sofrido, principalmente a mãe dela e de Paulo Gustavo, Dona Déa.

Publicidade

“Agora, imagine-se passar por isso, tendo que constantemente ler notícias enganosas, como por exemplo, que seu irmão perdeu a batalha. Por isso, eu suplico aos jornalistas, que tenham empatia e deixem de espalhar notícias falsas buscando ganhar cliques ou visibilidade as custas de nossa angústia e a dos fãs”, desabafou Ju Amaral.

Publicidade

Publicidade

Segundo a irmã de Paulo Gustavo, sempre quando surge alguma fake news, parentes e amigos ligam para ela buscando informações, tentando esclarecer os fatos. Ju Amaral classificou a situação como “uma flecha” no coração.

Apesar de todo o cenário complicado no estado clínico de Paulo Gustavo, a irmã mostra confiança na recuperação do comediante. “Força irmão, você já conseguiu. Te amo para sempre”, concluiu Juliana Alves.

Quem também se pronunciou nas redes sociais após a divulgação do último boletim de Paulo Gustavo foi o marido dele, Thales Bretas. O médico dermatologista definiu a situação como “difícil”, mas voltou a demonstrar otimismo no cenário de recuperação. 

Procedimentos 

Além de usar uma terapia intitulada ECMO, uma espécie de pulmão artificial, Paulo Gustavo teve que ser submetido a dois procedimentos cirúrgicos, para desobstruir um canal e possibilitar uma ventilação mecânica eficaz.

Publicidade