in

Ex-mulher de Tom Veiga afirma que ator teve vergonha de denunciar os abusos que sofria de Cybelle Hermínio

Reprodução/Instagram - Diário de Cuiabá

A polêmica envolvendo a herança e o testamento deixado por Tom Veiga, conhecido por dar vida ao personagem Louro José, está longe de acabar. Após Cybelle Hermínio, sua terceira e última esposa, se defender das acusações de que teria agredido o ator, foi a vez de Alessandra Veiga, a outra ex-mulher de Tom, se manifestar.

Publicidade

Alessandra Veiga foi casada com o artista por 14 anos e teve com ele dois filhos. Em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, que será exibida no Domingo Espetacular deste domingo (11/04), Alessandra rebateu a afirmação de que o divórcio entre Tom e Cybelle já não estaria marcado, como afirmou anteriormente a própria Cybelle.

A mãe dos filhos de Tom Veiga ainda confirmou que o artista lhe confidenciou que vivia um relacionamento abusivo com Cybelle, mas que não queria expor publicamente as agressões que recebeu da esposa por vergonha de prestar queixa. Alessandra contou ainda que o ator pediu que ela não contasse para ninguém sobre as agressões e confessou que tinha medo de, ao tentar se proteger, Cibelle contra-atacar e denunciar ele por violência doméstica, manchando assim a sua imagem pública.

Publicidade

Nas palavras de Alessandra, quando Cibelle agredia Tom, ela pedia para que o artista revidasse. O ator tinha medo dela entrar com a lei “Maria da Penha” contra ele e, por isso, nunca reagiu aos abusos da mulher. 

Publicidade

Alessandra e Tom Veiga foram casados até 2018, quando o intérprete de Loro José engatou o romance com Cybelle. Os dois se casaram em janeiro de 2020, mas se separaram nove meses depois. Tom faleceu em novembro de 2020 vítima de um AVC.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com