in

Jornalista chora ao vivo ao falar sobre caso Henry após fortes revelações: ‘é muito sério’

Globo News - Metrópoles - Montagem

Figura bastante conhecida no jornalismo nacional, Maria Beltrão, da GloboNews, emocionou os espectadores que acompanhavam a edição do “Estúdio I”, na manhã desta quinta-feira (8), ao falar sobre o caso de morte do menino Henry Borel, de 4 anos, ocorrida há exato um mês.

Publicidade

As investigações do caso contaram com desdobramentos importantes nesta quinta-feira, com o cumprimento do mandado de prisão contra a mãe do garoto, a professora Monique Medeiros, e o atual companheiro dela, o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade). O casal figuram como suspeitos pela morte de menino de 4 anos, e diversas agressões do parlamentar contra a criança, foram reveladas pela Polícia Civil.

Comovida após a reprodução da entrevista coletiva do delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), Maria Beltrão não conteve as lágrimas, e teve que interromper a fala, pedindo intervalo, para tentar se recompor na atração jornalística. 

Publicidade

“A gente está falando de uma realidade inominável, de algo difícil de qualificar e definir, me desculpe se estou emocionada, vivemos numa época difícil, o que essa entrevista coletiva mostrou é muito sério”, disse Maria Beltrão, sendo amparada pelos colegas de bancada, Octávio Guedes e André Trigueiro.

Publicidade

Monique e Dr. Jairinho serão autuados por crime de tortura e homicídio duplamente qualificado. Até o momento, o advogado responsável pela defesa do casal ainda não pronunciou sobre a prisão dos clientes. 

Publicidade

Repercussão 

A emoção da jornalista comoveu várias pessoas que acompanhavam o “Estúdio I” e acabou viralizando nas redes sociais. Diversos internautas elogiaram o posicionamento humano da renomada profissional. 

Publicidade
Publicidade