in

Divulgados prints e áudio de Tom Veiga sobre agressões de ex-mulher: ‘apanhei como não apanhei da minha mãe’

Reprodução: ND Mais / Extra - Fotomontagem por Vieira Filho

A morte do ator Tom Veiga (47), no dia 1 de novembro de 2020, mexeu muito com os brasileiros. Reconhecido por dar vida ao clássico Louro José no programa da apresentadora Ana Maria Braga, o ator teve seu corpo encontrado em seu apartamento na Barra da Tijuca por amigos.

Publicidade

Nesta terça-feira (6), novas revelações acerca da causa da morte de Tom vieram à tona e colocaram a ex-mulher, Cybelle Hermínio da Costa, em foco.

Alessandra Veiga, com quem Tom viveu 14 anos, divulgou prints e um áudio do ator contando sobre agressões vividas enquanto era casado com Cybelle.

Publicidade

Áudio de Tom Veiga

No áudio, apresentado na íntegra, Tom Veiga conta de um dia em que, após pedir ao filho de Cybelle para sair da piscina para comer, a mulher teria ficado nervosa com o ator e eles teriam se desentendido.

Publicidade

Mais tarde, Cybelle teria chegado até Tom, que estava ‘emburrado’ com a discussão e pedido para que a situação entre os dois não ficasse daquela forma. O ator conta que pediu à ex-mulher para esperar passar um tempo, pois depois as coisas melhorariam. Posteriormente, Tom Veiga abriu uma garrafa de vinho e ofereceu a Cybelle, que negou e jogou a taça onde estava a bebida do ator na parede. A partir daí, as agressões contra o ator se iniciaram e, segundo ele, sua única ação foi se defender, já que ficou com medo de reagir, pois a mulher estava recém-operada.

Publicidade

Prints divulgados

Além do áudio, Alessandra também divulgou prints da conversa com Tom Veiga, em que o ator alegava viver a poder de remédios por conta da situação.

Na manhã seguinte, Tom Veiga procurou seu advogado para dar entrada no divórcio. Cybelle foi procurada pelo jornal Extra para dar sua versão do caso, mas não respondeu às mensagens.

Publicidade
Publicidade