in

Tristeza: Gil confessa que, com apenas 13 anos, foi expulso da Igreja por bispo e relata atitude da mãe na época

Na tarde deste domingo de Páscoa (4), ocorreu, na casa mais vigiada do Brasil, o típico Almoço do Anjo. Comumente, a refeição é escolhida pelo brother que ganha a Prova do Anjo, e ele tem direito de levar dois convidados para curtirem o momento.

Publicidade

Entretanto, nesta semana, o almoço foi um pouco diferente, já que a prova do anjo contou com uma dupla vencedora: Gil e Fiuk.

A prova do BBB21 foi realizada com o patrocínio da Fanta Guaraná e consistia em, enquanto um brother girava uma roda que puxava um fio onde estava pendurada uma lata gigante de Fanta, o outro precisava ficar agarrado na lata com o refrigerante na mão, transportando-o de um lado do circuito para o outro. Na semifinal, a dupla venceu Caio e Rodolffo. Na final, enfrentaram Arthur e Pocah e se sagraram campeões.

Publicidade

Assim, cada um dos dois pode escolher uma companhia para o almoço. Fiuk escolheu Thaís e Gil escolheu Juliette.

Publicidade

Durante a refeição, após assistirem aos recados da família de cada um dos brothers no presente do anjo, Gilberto fez uma revelação triste.

Publicidade

Expulso da Igreja

Segundo o economista, quando ele possuía apenas 13 anos, ele foi expulso da Igreja pelo bispo. De acordo com Gil, falavam que ele era uma “mocinha”.

Atitude da mãe de Gil

Em resposta à atitude do bispo, Gilberto contou que sua mãe, Dona Jacira, foi até a casa do religioso e “quebrou tudo”.

Na sequência, a câmera que filmava o almoço do anjo transmitido ao vivo pelo pay-per-view e pela plataforma do GloboPlay cortou o momento e se dirigiu à área externa da casa.

Publicidade
Publicidade