in

Vídeo que viralizou do Irmão Lázaro não foi gravado antes dele morrer por Covid-19; família esclarece

A morte do cantor e vereador Irmão Lázaro causou uma forte comoção nacional nesta semana. Internado há quase um mês em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Feira de Santana, na Bahia, ele acabou não resistindo às complicações da Covid-19 e veio a óbito aos 54 anos.

Publicidade

Segundo familiares, o artista e político testou positivo para a doença no dia 15 de fevereiro. Após o agravamento dos sintomas, ele decidiu buscar ajuda médica. Ao passar por uma bateria de exames, Lázaro recebeu a notícia que 50% dos seus pulmões estavam comprometidos por conta da infecção, e precisou ser prontamente internado.

Três dias depois de dar entrada na unidade, o cantor gospel teve uma piora e foi transferido para um leito de UTI, em uma unidade hospitalar de Salvador. Posteriormente, o vereador foi encaminhado para um hospital de Feira de Santana, cidade situada a 100 km da capital baiana, mas acabou não resistindo as complicações do vírus.

Publicidade

Vídeo viralizou

Nas últimas horas, um vídeo tem viralizado nas redes sociais, sendo apontado como o último registro do cantor e político em vida. Contudo, a informação não procede. No perfil oficial do Instagram, a família de Lázaro afirma que o vídeo foi gravado em dezembro do ano passado, quando ele foi submetido a uma endoscopia.

Publicidade

Publicidade

Nas imagens, Lázaro aparece sorridente recebendo atendimento de uma enfermeira, que está cantando um louvor.

Sepultamento

O corpo do vereador foi sepultado no final da tarde deste sábado (20), no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. A cerimônia foi restrita apenas para familiares e foi marcada por forte comoção. 

Nas redes sociais, diversas celebridades e fãs do trabalho do Irmão Lázaro lamentaram a perda precoce do artista que engatou inúmeros sucessos na música gospel, e era bastante querido tanto no meio musical como na carreira política. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade