in

José de Abreu xinga Silas Malafaia após ele defender Bolsonaro em ação contra governadores: ‘Filho da p***!’

Reprodução – Globo / Montagem – RD1

José de Abreu decidiu comentar sobre a manifestação política realizada por Silas Malafaia no Twitter. O religioso, que é líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, usou o seu perfil na rede social para defender o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), afirmando que o chefe do Executivo pode convocar as Forças Armadas contra governadores e prefeito diante das medidas restritivas que estão sendo impostas em meio à pandemia do novo coronavírus.

Publicidade

Malafaia ressalta que apenas o presidente da República possui o poder de convocar o Estado de Sítio ou de Defesa, isso com a devida aprovação do Congresso Nacional. Além de defender Bolsonaro, o religioso ainda criticou as autoridades locais.

Silas diz que o Brasil está vendo prefeitos e governadores decretando toque de recolher, Estado de Sítio, e até mesmo multa para quem estiver na rua fora do horário pré-estabelecido. “Como é que isso?”, questionou o religioso, ressaltando o fechamento do comércio.

Publicidade

No Twitter, o religioso compartilhou o vídeo do seu canal no YouTube e pediu para que todos os internautas assistissem. Para legendar o conteúdo, Silas disse que o presidente pode convocar as Forças Armadas para “estabelecer a lei e a ordem” no Brasil. Além disso, Malafaia ainda fez questão de ressaltar não se tratar de golpe e nem ao menos de ditadura. “Muito menos de fechar o Congresso Nacional e o STF”, finalizou.

Publicidade

Ao ter conhecimento do conteúdo divulgado pelo religioso o ator José de Abreu xingou Silas Malafaia. “Teu c*, filho da p***!”, escreveu Abreu. E não foi só o ator que se mostrou contrario a publicação do pastor, isso porque o momento acabou dando o que falar entre os mais de 482 mil seguidores de José de Abreu. Nos comentários, os usuários das redes sociais fizeram duras críticas a Malafaia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade