in

Acusada de assassinato, Flordelis chora em vídeo e declara: ‘Eu sou inocente, me ajudem’

G1

No ano de 2019, um crime bárbaro chocou o país. Trata-se do caso do pastor Anderson do Carmo, que foi brutalmente assassinado a tiros em sua residência. Os suspeitos do trágico episódio são filhos da vítima e também sua esposa, a deputada Flordelis.

Publicidade

Nesta terça-feira (16/03), a parlamentar foi ouvida pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados e deu várias declarações a respeito de ser uma das supostas culpadas pelo assassinato do pastor Anderson do Carmo, com quem ela se relacionou por duas décadas.

Flordelis teve participação, de maneira virtual, de uma reunião na qual foi apresentado o plano de trabalho do relator do processo contra ela. A deputada, que pertence ao Partido Social Democrático, se disse inocente das acusações que lhe foram imputadas no processo.

Publicidade

Em parte do vídeo da reunião, Flordelis, que tem 60 anos, clamou ao falar de uma suposta perseguição que estaria passando pelas acusações: “Tenho sofrido uma perseguição pública e implacável, uma desconstrução moral. Queria que vocês me olhassem como ser humano“, disse.

Publicidade

Flordelis está sendo submetida a uma investigação desde o ano de 2019, pois as autoridades acreditam que a deputada foi a responsável pelo assassinato de Anderson. A polícia ainda não encontrou provas suficientes de que ela tenha mandado, de fato, matar o esposo.

Publicidade

Eu sou inocente. Não mandei matar meu marido e nem participei de uma conspiração contra o meu companheiro por mais de 20 anos. Eu não fui julgada ainda. Existem provas robustas e suficientes para desmontar esse processo. Sairei inocentada“, declarou Flordelis, ainda durante a reunião da câmara.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.