in

A Dona do Pedaço: Maria da Paz encara a morte para salvar a vida de Amadeu

GShow/Montagem-Russel

O clima vai esquentar nos próximos capítulos da novela A Dona do Pedaço, com um novo encontro que ocorrerá entre os Matheus e os Ramirez e esta confusão começará quando Amadeu descobrir que Rael ainda pretende matar Maria da Paz. Eles terão uma discussão feia e o rapaz irá revelar ao tio que no leito de morte de Nilda, prometeu que mataria a boleira.

Publicidade

Amadeu ficará revoltado e desobrigará o sobrinho desta promessa, indo em seguida atrás de Maria da Paz para contar o que aconteceu. A empresária ficará furiosa ao ver que as famílias continuam querendo sangue, como no passado e juntamente com Amadeu, combinará de reunir todo mundo novamente e tentar selar um novo acordo de paz.

Do lado dos Matheus sobrou apenas o Rael e seu tio. Dos Ramirez, irão Evelina, Chiclete, Maria, Leandro e também Adão que viajou para São Paulo.

Publicidade

O encontro das famílias na fábrica de bolo

A reunião das duas famílias rivais será na fábrica de bolo de Maria da Paz e todos terão que colocar suas armas sobre a mesa. Adão não estará com sua arma, porque viajou de avião e não teve como levá-la.

Publicidade

“Vamos fazer esse pacto. A guerra entre Matheus e Ramirez não pode ser transferida pra cá. Acabou. Agora vamos levar nossas vidas”, dirá Maria da Paz. Rael não gostará muito, mas acabará concordando.

Publicidade

Maria da Paz arrisca a vida por Amadeu, em A Dona do Pedaço

A boleira dirá que todos deverão fazer o juramente de paz e completa: “De agora em diante ninguém da família Matheus atira num Ramirez. E nenhum Ramirez atira num Matheus”.

Chiclete, Maria e Evelina irão jurar, assim como Amadeu. Só que Adão pegará a arma da boleira e irá apontar para o advogado, alegando que sempre quis pegá-lo desprevenido, alegando que em seguida matará Rael.

Maria da Paz diz que eles estão lá para um pacto de paz, mas Adão nem quer saber e afirma que passou a vida toda querendo acabar com os Matheus. Rael vai pegar a arma para defender o tio, mas Chiclete é mais rápido.

No meio de tudo isso, Maria da Paz se colocará à frente de Amadeu, correndo risco de vida e avisa que não é para matar o advogado.

“Se é pra atirar, atira em mim primeiro. O Amadeu ligou pra mim, eu aceitei. Eu marquei a reunião, chamei todo mundo. Não era pra montar uma armadilha pro Amadeu. Eu dei minha palavra”, dirá a boleira.

Adão avisa que irá atirar sim, porque ela está protegendo o advogado, só que começa a tremer e cai no chão, tendo um ataque cardíaco. Chiclete ainda chegará a ligar para o hospital, mas o sujeito morrerá antes de ser atendido.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br