in

Exclusivo: Angélica está fora da Globo, e emissora confirma informação dada em 19 de fevereiro por este colunista

Reprodução TV Globo

Este colunista avisou e agora a TV Globo acaba de confirmar oficialmente: a apresentadora Angélica não faz mais parte da emissora global. Antes da Globo comunicar a decisão para Angélica, este colunista informou, dia 19 de fevereiro, que, de acordo com uma fonte, o programa da loira, Simples Assim, seria encerrado sem contemplar as três temporadas anunciadas.

Publicidade

Segundo uma reunião realizada na primeira quinzena de fevereiro com a cúpula da TV Globo, executivos avaliaram que o programa foi um “fiasco” e que amargou índices de audiência muito abaixo do que a emissora esperava. Na época, Angélica ainda não havia sido informada da decisão, mas este colunista adiantou que ela receberia o comunicado da emissora no início do mês de março. Isso porque seu contrato havia encerrado em dezembro e, por protocolo contratual na Globo, o artista ainda pode cumprir mais três meses de contrato para ser observado se um novo projeto pode ser direcionado ao profissional e, em caso positivo, o contrato teria chances de ser renovado.

E foi exatamente nesse contexto que a situação de Angélica foi diferente da situação da apresentadora Fernanda Gentil. As duas tiveram o contrato vencido em dezembro e entraram no período contratual que a Globo chama de “janela”, ou seja, até 90 dias para ingressar em um novo projeto que pode salvar o contrato do apresentador e resultar em uma renovação.

Publicidade

No caso de Fernanda Gentil, a loira batalhou por uma nova chance com o Se Joga, mudando o escopo de um programa diário para um programa semanal, que será exibido apenas aos sábados na grade de programação. No caso de Angélica, a ordem dos Marinhos foi desligar a apresentadora após a derrocada do Simples Assim, por não ter nenhum novo projeto para oferecê-la, além da possibilidade que foi enterrada de fazer novas temporadas com a atração.

Publicidade

Ainda de acordo com essa fonte, Boninho teria tentado segurar a apresentadora ao comparar na reunião o programa com o Encontro com Fátima Bernardes. Ele teria argumentado que no início o programa havia sido rejeitado pelo público e que, assim como ocorreu uma nova chance, ainda poderia torná-lo líder de audiência como, de fato, aconteceu com Fátima.

Publicidade

Entretanto o executivo da Globo vetou a ideia. Boninho teria recebido a resposta que o Encontro era diário e, por isso, tinha muito mais chances de conquistar o público, diferente de um programa semanal.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco