in

Tatuagem íntima de Anitta pode colocar a vida dela em risco; médicos fazem alerta: ‘Extremamente grave’

UOL | Divulgação | Montagem Ingrid Machado

A vida de Anitta segue movimentada desde que a cantora retornou ao Brasil nas últimas semanas. Desde então, a funkeira já promoveu um reality, foi internada devido a uma intoxicação alimentar e flagrada realizando uma tatuagem íntima dentro de sua mansão. Em poucos minutos, a foto do momento inusitado viralizou na web causando controvérsias.

Publicidade

De acordo com o site UOL, médicos alertam sobre os riscos à vida da cantora que este tipo de procedimento pode acarretar. Especialistas chamaram a atenção para o grande risco de infecção e para o fato de a tatuagem ter sido feita na casa da cantora, longe de um estúdio equipado com materiais de segurança.

A médica dermatologista Flávia Ravelli explicou que um processo de tatuagem gera inúmeras micro perfurações na pele, e por ter sido feita na região íntima da cantora, pode acarretar uma infecção em razão das fezes e urina que passam pelo local.

Publicidade

Flávia ainda explicou que caso uma infecção desse local se agrave, pode evoluir para a Síndrome de Fournier. “É uma infecção extremamente grave e com altas chances de risco à vida, o índice de letalidade é alto. Geralmente, durante o tratamento, a pessoa fica internada em Unidade de Terapia Intensiva”, esclareceu a médica.

Publicidade

Tatuagens nessa região do corpo costuma gerar certo desconforto até mesmo em tatuadores profissionais. Sérgio Pisani, tatuador e proprietário do estúdio Tattoo You afirma que em 30 anos de profissão realizou trabalhos desse tipo por apenas duas vezes, e que não indica este local para ser tatuado.

Publicidade

Publicidade