in

Ronaldinho Gaúcho desabafa pela primeira vez após a morte da mãe por Covid-19 e emociona fãs

Instagram - Ronaldinho Gaúcho

Em um post realizado na noite da última terça-feira (23), o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho falou pela primeira vez após o falecimento de sua mãe, dona Miguelina, ocorrido na semana passada, em decorrência de complicações da Covid-19.

Publicidade

No desabafo feito nas redes sociais, o craque fez um breve comunicado agradecendo todas as mensagens recebidas nos últimos dias em solidariedade à dona Miguelina. 

“Eu e minha família agradecemos a todos vocês o carinho e apoio que estamos recebendo neste momento tão difícil. Minha mãe foi inspiração de força e alegria para todos que a conheceram e vai continuar exercendo sua luz em nossas vidas para sempre”, disse o ex-jogador no comunicado. 

Publicidade

Publicidade

Após a publicação, Ronaldinho recebeu diversas mensagens de conforto de amigos do futebol e de diversos fãs, que desejaram força para o “Bruxo”.

Publicidade

Luta pela vida

Dona Miguelina estava internada em unidade hospitalar de Porto Alegre desde o final do ano passado, quando acabou sendo diagnosticada com o coronavírus. Após mais de dois meses de tratamento, ela não resistiu às complicações da doença e morreu no último final de semana.

O sepultamento da mãe do ex-jogador foi realizado no domingo (21), em uma cerimônia restrita para amigos e familiares. 

No dia 21 de dezembro, Ronaldinho já havia utilizado as redes sociais para comunicar a internação da mãe por Covid-19 e chegou a pedir orações para os fãs.

Quando Ronaldinho Gaúcho ainda atuava e defendia a equipe do Atlético-MG, dona Miguelina teve um grave problema de saúde, sendo diagnosticada com câncer. Após muita luta, a batalha foi vencida. 

Publicidade
Publicidade