in

Cantor morre vítima da Covid-19 dois dias após perder mulher grávida para a doença; bebê também não resistiu

G1

O cantor André Junio, de 34 anos, morreu vítima da Covid-19, em Goiânia, nesta sexta-feira (19). O artista, popularmente conhecido como Juninho, havia perdido a esposa, que também estava com a doença, há dois dias. Grávida de 7 meses, ela acabou não resistindo às complicações do coronavírus e veio a óbito. Os médicos realizaram uma cesárea para tentar salvar o bebê, mas a criança também não resistiu. 

Publicidade

Juninho foi vocalista de Banda Leave, conhecida por realizar shows em casamentos, por seis anos. De acordo com informações repassadas pelo grupo artístico, o casal havia sido internado junto, no dia 8 de fevereiro, em uma unidade hospitalar particular da capital do estado. 

Morreu sem saber da notícia

Sem tomar conhecimento da morte da esposa, André Junio foi entubado na última quinta-feira (18), e o seu quadro clínico se agravou, evoluindo para gravíssimo. Na tarde da última sexta-feira (19), por volta das 16h50, ele acabou não resistindo e também veio a óbito. 

Publicidade

Segundo Leandro Venancio, amigo de André e diretor da banda, os detalhes sobre sepultamento do artista ainda estão sendo definidos. Ele ainda revelou que os colegas pretendem realizar uma última homenagem ao amigo. 

Publicidade

“Juninho era um cara extrovertido, querido por todos. Goiânia inteira estava mobilizada em corrente de oração pela recuperação dele. [A doença] evoluiu muito rápido. Ele chegou ao hospital já com 80% do pulmão comprometido e ela [esposa do cantor] com 40%”, afirmou Venancio. 

Publicidade

A esposa de André Junio, identificada como Tammy Ferreira, de 33 anos, era técnica de enfermagem e estava no sétimo mês de gestação. O bebê, do sexo masculino, se chamaria Joaquim. Ela trabalhava no Hospital de Queimaduras de Goiânia. A mulher e o bebê foram sepultados no Maranhão, onde a família de Tammy reside. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade