in

Marcos Harter sofre mais uma derrota na Justiça ao mover processo contra a Globo

TV Globo

Marcos Harter sofreu mais uma derrota no processo por danos morais que está movendo contra a Rede Globo. Depois de ter sido expulso do reality show por indícios de agressões físicas, o médico acusa a emissora de prejudicar sua imagem e pediu uma indenização no valor de setecentos e cinquenta mil reais. Porém, ele não foi atendido e ainda foi punido com o pagamento de 10% do valor da ação. Inconformado, ele entrou com um pedido de embargo, com a intenção de reverter a decisão, mas foi rejeitado mais uma vez.

Publicidade

A juíza Ana Lúcia Xavier protocolou sua decisão no último dia 11, e rejeitou todos os argumentos dos advogados de Marcos e ainda o intimou para se definir o que ele fará após ter se recusado a pagar a multa.

Segundo o Notícias da TV, o documento feito pela defesa de Marcos continha 15 páginas. O pedido de embargo mostrava o inconformismo do médico pelo fato da Globo não ter entregue para a Justiça as gravações que teriam sido feitas no confessionário do reality show, no qual Emilly supostamente teria denunciado o ex-namorado por agressão física dentro do confinamento.

Publicidade

Marcos ainda terá o prazo de quinze dias para decidir se irá aceitar a sentença inicial e pagará a multa no valor de setenta e cinco mil reais, ou se irá apelar para a decisão ser avaliada em segunda instância. Os advogados que representam Marcos ainda não se pronunciaram sobre a decisão do médico.

Publicidade

Harter foi expulso do BBB17 na reta final da competição. Ele chegou a ser denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, mas acabou sendo absolvido pelo Tribunal de Justiça.

Publicidade

Na petição que foi feita no início do ano passado, os advogados do cirurgião alegaram que ele esperou quase três anos para iniciar o processo contra a emissora para provar que Emilly não tinha a intenção de denunciar ele por agressão.

Publicidade