in

Agents of S.H.I.E.L.D encerra jornada abrindo caminho para nova fase Marvel

Marvel

Marvel Agents of SHIELD foi um dos inovadores momentos para a Marvel, pois diferente do que ocorria no universo da DC, o qual entendia que cada série era um universo em só mesmo, e que o cinema era uma realidade distante, Agents servia como uma extensão, resgatando personagens coadjuvantes e explorando as repercussões do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) após os grandes eventos, durante 7 anos, chegando, inclusive, a gerar Spin-offs como o trágico Inumanos.

Publicidade

Publicidade

Como acontece durante muitas sérias, chega um momento em que a empolgação inicial perde um pouco de seu fôlego, e encontra alguma perda de fãs e até de caminhos, e Agents não foi diferente. Isso não impediu a série de ser absolutamente experimental, servindo como um termômetro do que poderia ou não funcionar como futuras extensões do universo Marvel. Tipo um “malhação” da Marvel. Esse caráter experimental levou os Agents ao espaço, à realidades alternativas, apresentou novas raças e novos lugares, dando um belo parâmetro do que pode ser explorado em um futuro próximo.

Publicidade

Publicidade

Além da natureza bem heterodoxa, a série trouxe personagens queridos e desenvolveu diversos arcos dignos de deixar os fãs saudosos e esperando reencontrar novamente seus favoritos. E deu mais do que vida à Shield, deu humanidade, de forma que o final da série combina com o final da fase quatro e é mais que correto, é apropriado e abre espaço para o novo, não mais explorado via Sony, mas diretamente no seu canal, o que abre a possibilidade de que eventualmente seja possível rever algum agente da Shield. Exemplo disso é a Sword, agência em muitos aspectos parecidas com a Shield e que ganha destaque logo no início de Wandavision.

Aliás, já pode ser notada como caminhos abertos por Agents já estão sendo e serão ainda mais explorados pela Disney: Wandavision traz uma apresentação visual que remete aos episódios retros de Agents, Soldado Invernão e Falcão lidam com um mundo caótico sem leis, muito do que o time do Coulson fazia, e até mesmo a linha esperada para o terceiro homem-aranha e seus multi-versos conversa com a temporada final de Agents. Isso para não entrar nas realidades fantasiosas de Dr. Fantástico e a Magia já estiveram presentes com o Motoqueiro Fantasma. Tudo já estava lá em algum momento, com maior ou menor exploração e profundidade.

Agents of Shield não foi uma série transcendental, nem entrará para a história como sendo o maior sucesso televisivo da Marvel, mas seu pioneirismo ao fazer a conexão TV-Cinema e ao testar limites e fronteiras para que coisas novas possam surgir com mais sucesso, certamente contribuem para seu sucesso e o carinho que certamente ficará entre os fãs.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem.